Crise 2.0: Diário Dois Ponto Zero

 

 

 

“Não existe crise permanente do capital, o que existe são crises periódicas em permanência”

(O Capital – Marx)


A série Crise 2.0 pode ser lida de forma autônoma, sem se preocupar em sequência ou se perdeu qualquer post, até porque tenho tido muitos assuntos e escrevo quase que diariamente sobre ele, “escrevendo pelo cotovelos”, mas como alguns amigos ficam insistindo em dar uma forma de “livro” resolvi fazer um roteiro, quase lógico de temas e subtemas subjacentes à questão da Crise.

Óbvio que fiquei envaidecidos com os pedidos e elogios, mas não tenho energia e nem tenho tanta certeza de um dia alguém se interessará por este roteiro, mas atendendo em particular: Marinilda( a mais assídua e presente neste blog), Silas, que desde o começo fala em livro. Ao belo e emocionante email do Luis felipe(Lufeba), a Vera Pereira( que garantiu que comprará um exemplar). Ao José de Abreu e ao Beto Mafra que também acham que pode virar livro, “capa dura”, segue abaixo o que consegui apurar neste 5 meses.

 

 

I – Gênese e Saída da Crise 2.0

 

  1. Crise 2.0: Marx e a Crise
  2. Crise 2.0: Quando surge a Crise?
  3. Crise 2. 0: A “Nuvem” Financeira
  4. Crise 2.0: Uma reflexão necessária;
  5. Crise Mundial e Mundo Novo ;
  6. Crise 2.0: Cronologia do Crime
  7. Crise 2.0: O tamanho do Rombo
  8. Crise 2.0: Um novo desenho econômico
  9. Crise 2.0: um novo ciclo se abre?
  10. Crise 2.0: O Fim da Crise?
  11. Crise 2.0: EUA saíram da crise?
  12. Crise 2. 0: Europa é Alemã!
  13. Crise 2.0: Europa é Alemã II
  14. Crise 2.0: Europa é Alemã III

 

 

II –  A Crise 2.0 é no Centro do Capital – Zona do Euro e EUA

 

  1. Crise Mundial 2.0 (2008-2011);
  2. Crise 2. 0 – Desdobramentos;
  3. Crise 2.0: Um fantasma ronda a Europa – Dissolução do Euro;
  4. Crise 2.0: de Maastrich a Bruxelas;
  5. Crise 2. 0: (des)União Europeia;
  6. Crise 2.0: Estados Unidos da Europa;
  7. Crise 2.0: A queda da Zona do Euro;
  8. Crise 2. 0: A decadência sem Elegância;
  9. Crise 2.0: Há saída para a UE?;
  10. Crise 2.0: Abraço de afogados;
  11. Crise 2.0: “Refundar”a Europa;
  12. Crise 2.0: A ruptura do Bloco Europeu;
  13. Crise 2.0: De onde menos se espera,nada vem;
  14. Crise 2.0: Europa – uma nova fase de incertezas;
  15. Crise 2.0: Merkel, a dona da Bola

 

III – Os PIIGS (Portugual, Irlanda, Itália, Grécia e eSpanha)

 

  1. Crise 2. 0 – Itália um case de insucesso;
  2. Crise 2.0:Itália – O epicentro da Crise;
  3. Crise 2. 0: Presente Grego;
  4. Crise 2.0:Heroico Povo Grego;
  5. Crise 2.0: Direita,Volver!!;
  6. Crise 2.0:”ambiciosas e surpreendentes”;
  7. Crise 2.0: Sem Rumos;
  8. Crise 2.0: Privatizadores, agora privatizados;
  9. Crise 2.0: A desarmada espanhola
  10. Crise 2.0: A Nova Tragédia Grega
  11. Crise 2.0: Grécia – a 70% de desconto
  12. Crise 2.0: Efeito Dominó – Grécia, Portugal…de novo

 

IV – Democracia, Soberania e Ideologias

  1. Crise 2. 0: Crise Terminal?;
  2. Crise 2. 0: A questão Ideológica;
  3. Crise 2.0: O Estado para nos salvar
  4. Crise 2.0: Capitalis
    mo vs. Democracia
    ;
  5. Crise 2.0:Lendas do Fracasso(Paul krugman);
  6. Crise 2.0 -Soluções e “Humor”;
  7. Crise 2.0: Fim da Democracia?;
  8. Crise 2.0: Depressão e Democracia?
  9. Crise 2.0: A baixa Soberania;
  10. Crise 2.0: Notas de um Jantar
  11. Crise 2.0: Os Sátrapas
  12. Crise 2.0: A Ressaca Britânica
  13. Crise 2.0: Europa sob jugo alemão

 

V – A Resistência de Classe

  1. Crise 2. 0: A Resistência é possível?;
  2. Crise 2.0: “Escravos” modernos?;
  3. Crise 2.0: Desemprego, Juventude e Rebelião;

 

VI – As incestuosas relações de Governos e Grande Capital

  1. Crise 2.0: os novos vassalos;
  2. Crise 2.0: Lágrimas de crocodilo;
  3. Crise 2.0: O Paraíso Perdido;
  4. Crise 2.0: Atores e seus roteiros limitados;
  5. Crise 2.0: Uma realeza decadente
  6. Crise 2.0: Riscos das Agências;
  7. Crise 2.0:Ah, os banqueiros!!
  8. Crise 2.0: Mercados – o oráculo moderno
  9. Crise 2.0: Espanha e os Skrotinhos

 

 

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

0 thoughts on “Crise 2.0: Diário Dois Ponto Zero

  1. Perfeito o roteiro. É o primeiro passo.Agora só faltam os pequenos detalhes: continuar escrevendo a série, revisão, arrumar editor, publicar, divulgar, comparecer a entrevistas, atender a pedidos de palestras, …

  2. Excelente. Não sei se precisamos de um livro em papel, capa dura, etc…mas é legal ter esse roteiro para indicar a outras pessoas que não tiveram a oportunidade de acompanhar. E também para a gente q acompanhou e agora pode reler com outros olhos. Parabéns!
    Se rolar o livro em papel, vou comprar mas quero autografado!

  3. Cara, muito bom, perco alguns, não entendo outros devido não ser conhecedor da historia, mas entendo o que acontece nos negócios, em especial o meu e com isso aprendo e me preparo melhor com seus textos.

    PARABÉNS, sim comprarei um EXEMPLAR, prometo que não farei download da rede..rsrsrs

Deixe uma resposta para Silas Rodrigues de Lima Cancelar resposta

Next Post

Crise 2.0: O Fim da Crise?

seg jan 9 , 2012
Share this on WhatsApp       Como venho alertando, aos que aqui frequentam, a Crise 2. 0 não é para sempre, como bem nos ensina Marx,  não existe crise permanente, sim as periódicas em permanência, o que é muito confundido por uma certa gama de analistas de esquerda. Muitos […]
%d blogueiros gostam disto: