Esses dias estava assistindo o excelente filme Tolkien, sobre o autor da trilogia “O Senhor dos Anéis” e de o Hobbit, tive a sensação desesperadora do esquecimento, ou da incerteza sobre algumas questões da Letícia, de seus gostos, relacionados aos filmes e livros. É doloroso sentir isso, pois a memória […]

Na praça vazia Um grito, um ai Casas esquecidas Viúvas nos portais (Ponta de Areia – Milton Nascimento e Fernando Brant) Por mais que diga que Milton Nascimento é genial, é pouco, fico abobado ao ouvi-lo, sua voz sublime e única, reverbera na cabeça e não quero nunca mais de […]

“Setembro – O mês em que a primavera começa e as flores mais lindas têm o prazer de flore(nas)cer” (Letícia Rocha  – 20/09/1997 a 18/11/2018) Todos os dias da minha vida, enquanto durar, serão marcados pelo dia 18, desde aquele 18.11.18. Letícia é maior do que todos os aforismo e […]

1

Rosa e Momo (La vita davanti a sé) (Netflix, 2020) – dirigido por Edoardo Ponti, baseado no romance La Vie devant soi de Romain Gary, é simplesmente imperdível e inadiável. O filme é doce e cruel, como quase tudo o que é vida e viver, sem embargos. A cena se […]

1

“Standing on a hill in my mountain of dreams Telling myself it’s not as hard, hard, hard as it seems” (Going in California – Led Zeppelin) Enquanto existir alguma consciência em mim, por toda vida que me resta, por nenhum momento vou deixar de pensar na minha Letícia. É difícil […]

1

“Lights go out and I can’t be saved Tides that I tried to swim against” (Clocks – Coldplay) De uns dias para cá, comecei a ouvir sempre a meia noite um som de um despertador de um relógio digital, coisa que tinha ouvido muitas vezes, antes da Letícia partir, naquele […]

Os meses foram sendo vencidos rapidamente para todos que nos cercam, contraditoriamente, sinto uma certa lentidão da vida que teima não passar, como se fosse para açoitar nossa dor, a nossa saudade aumentar, prologando por minutos e segundo, pois não há um único instante que não pense na Leleka. Hoje […]

“O tempo que terei para agradar aos mortos, é bem mais longo do que consagrado aos vivos…hei de jazer eternamente!” (Sófocles) Estranhamente condenamos o Kapital pela apropriação de desejos e sentidos, a imposição de certo comportamento, padrão que bem nos lembrou o Coringa de Joaquim Phoenix: Sorria. Ora, é apenas […]

Como quem lucro anela noite e dia, Se acaso o tempo de perder lhe chega, Rebenta em pranto e triste se excrucia (Inferno – A Divina Comedia – Dante Alighieri) No meio de minha jornada, acossado por sentimentos contraditórios, de um lado pelas dores e dardos arremessados pelo cruel destino, […]

Nada a dizer, apenas a imensa saudade, esse buraco fundo aberto no peito. A vida segue sempre porque nada para, por nada e por ninguém. Sonho em claro contigo, nem preciso dormir para te ver. O amor é um sentimento delicado demais para se acabar com a morte, essa brutalidade […]