Prêmio João José Sady ao Padre Júlio Lancelotti


Pe. Júlio Lancelotti recebe Prêmio de Direitos Humanos João José Sady, do Sindicato dos Advogados de SP.

A Dra Ana Amélia Mascarenhas Camargos, Vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos OAB-SP, a pedido do Sindicato dos Advogados de SP (SASP) teve a importante missão de entregar, em mãos, ao Padre Júlio Lancelotti o prêmio João José Sady de Direitos Humanos, ao final de sua missa de domingo.

A pequena igreja dedicada ao Arcanjo Miguel, no tradicional bairro da Mooca. O anjo também é cultuado, além dos  Cristão, por Judeus, Muçulmanos e religiões afro-brasileiras. A paroquia cristã ter o Padre Júlio como seu pároco é uma feliz coincidência e carregada de simbolismo. Miguel, o anjo que defende as crianças, os mais pobres e mais vulneráveis, é visto como advogado do povo.

Padre Júlio Lancelotti é hoje um dos maiores nomes do Brasil na defesa dos direitos humanos, dos mais pobres e vulneráveis, aqueles que a sociedade vira o rosto, cerra os vidros dos carros e mantém longe do seu convívio.

Ao entregar o Prêmio João José Sady, a Dra Ana Amélia, fez um emocionado pronunciamento de agradecimento ao Pe. Júlio por sua luta, pela solidariedade às pessoas mais simples, povo em situação de rua, as trans, LGBTQI+. Sua enorme coragem de enfrentar a insensibilidade das autoridades que descuidam da cidade, dos cidadãos e da vida.

A iniciativa do Sindicato dos Advogados de SP com o nome de João José Sady, um dos grandes nomes da advocacia  e defensor histórico de Direitos Humanos, é fundamental nesse momento em que o respeito à vida  e aos Direitos Humanos é cada vez menor no Brasil.

A cerimônia virtual aos demais laureados será dia 11 de fevereiro, às 19:30.

Viva, Padre Júlio. Viva os Direitos Humanos.

Deixe uma resposta

Related Post

Eugenia PolíticaEugenia Política

Share this on WhatsAppAqui, mais uma vez, vou professar minha fé na Democracia e na Política, sem embargos: Prefiro a liberdade de TODOS os corruptos eleitos, do que a pureza prometida pelo Estado de Exceção,

%d blogueiros gostam disto: