1765: A Sedução da Madrugada


 

 

 

 

O Poder da Sedução…

Na madrugada, dormindo, senti aquele toque suave, uma carícia, depois vem arranhando as costas, uma respiração mais forte e alta parece denunciar um desejo intenso, toque dos lábios na mão, passa a língua, pelo dedos, arrepiou todo o corpo, uma sensação sensual e de erotismo, no meio do sono.

Sem saber se é sonho ou está acontecendo de fato, vou curtindo aquela sedução, as unhas afiadas nas minhas costas dão conta que está rolando de verdade, depois aquele doce sussurrar no ouvido, o hálito na nuca, tudo com tanto cuidado e sedução.

Aquele jogo lento e sensual continua por minutos que se tornam eternos, sem nenhuma pressa, para ser curtido com todo prazer que pode proporcionar. E não é para acordar, é apenas sentir e seguir a pedir mais, sem nada falar, pois nada precisa ser dito.

Ela sabe o que faz, e vai fazendo tudo com movimentos lentos, precisos para não acordar completamente, prolongar a vontade de te seduzir.

Depois de muito resistir, abro os olhos…

A gatinha Alaska roçava seus pelos em mim.

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: