Manaus: O Horror dos Horrores de um Brasil Destruído.

A incompetência encontrou dos novos sinônimos: Pazuello e Bolsonaro.
“Não Consigo Respirar” (George Floyd, Meninos de Paraisópolis, Povo de Manaus)

Ontem será lembrado como o pior dia da Pandemia no Brasil, em Manaus a prova de que a Incompetência generalizada do (des) Governo Bolsonaro atingiu seu ápice.

Há 11 meses o país sofre duas desgraças: O Vírus e o Verme. O vírus que pôs o mundo de joelhos, alterou definitivamente o modo de vida da humanidade, foi negado dia após dia pelo Verme, digo, Bolsonaro. A gripezinha, as piadas de mau gosto, nenhum gesto de conforto às famílias, o desdém com a ciência e as ações ativas de boicote ou para atrapalhar as mobilizações de combate à pandemia pelos governadores e prefeitos.

Bolsonaro e seu desgoverno foram e continuam sendo os INIMIGOS públicos da luta contra o Covid-19. Ações e omissões seguidas, quase 9 meses sem ministro da saúde, cargo ocupado interinamente/definitivamente por obscuro general, Pazuello, sem nenhuma formação em saúde, dá a exata dimensão da tragédia do que foram esses 11 meses, a falta de sensibilidade, a completa irresponsabilidade diária do “presidente” e dos seus asceclas.

As mais de 200 mil mortes são vista como “efeito colateral” da doença, “todo mundo vai morrer um dia”, é a frase lapidar de Bolsonaro, repetida entre risos e galhofas, sob aplausos de uma claque de ignorantes fascistas, desumanos, a canalhice não tem fim e nem pudor, não respeita a dor, nem tem piedade dos mortos e nem dos sequelados da Covid-19.

No dia 14 de janeiro o resultado desse descaso levou à barbárie da falta de oxigênio, o insumo fundamental para manter vivo o paciente com problemas respiratórios graves, exatamente o ponto central da Covid-19. Há pelo menos 10 dias o governo federal foi avisado do risco de falta de oxigênio em Manaus, o “general” ministro da saúde, cuja qualidade seria logística, demonstrou o quanto nada sabe, é um dos culpados pela tragédia.

Numa rede social, numa live com o presidente, diz: “nada podemos fazer. Faltou uso de cloroquina”, ou seja, a culpa é dos doentes, não da sua enorme incompetência.

O mundo inteiro fez esforços sobre-humanos para desenvolvimento, testes e produção em tempo recorde de vacinas, inclusive, duas delas, com participação ativa de dois institutos brasileiros, o Butantan e a Fiocruz. O que fez o governo Bolsonaro? Absolutamente nada, não firmou acordos de compras, não se comprometeu em adquirir as vacinas e para piorar, faz campanha contra as vacinas e desdenha dos resultados.

O mundo está começando a vacinação, com as variadas opções de Vacinas, o Brasil, não tem plano. Essa semana, o tosco Pazuello, general  ministro da saúde, foi à televisão falar de que “no dia D, na hora H” começa a vacinação. Uma vergonha absurda, uma mentira de quem nada entende de saúde, de quem não sabe nem a razão de estar naquele lugar.

Numa disputa de narrativa com seu ex-aliado, João Dória (BolsoDória), pois o governo de São Paulo, que adquiriu 10 milhões de vacinas, pelo desenvolvimento do Instituto Butatan, da vacina chinesa CoronaVac, com início de vacinação previsto para dia 25.01. O governo Bolsonaro mandou um avião para Índia para buscar 2 milhões de vacinas e iniciar sua vacinação , dia D – 20.01.

Só faltou combinar com o governo da Índia, que recusou a venda. É um vexame atrás do outro, nada funciona, nada é sério nessa tragédia, nesses 2 anos e 15 dias de desgraça que atingiu o Brasil.

Manaus, por enquanto é o Horror do horror, a maior dor que o brasileiro já passou em sua história, cheia de dores e tragédias.

 

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

Impeachment Bolsonaro-Mourão e Governo de Salvação Nacional

sáb jan 16 , 2021
Share this on WhatsAppO Brasil entrou num descompasso institucional, desde as jornadas de junho de 2013. As tais primaveras, aportaram aqui, num outono, que se tornou tenebroso, com uma rapidez e capacidade destrutiva jamais vista. Por cinco anos as sementes neofascistas, consubstanciadas numa construção Política-filosófica com ataque aos pilares das […]

You May Like

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: