Arte de Esper Leon

Arte de Esper Leon

 

Finalmente chegou o dia do lançamento do livro. Em breves palavras, meus agradecimentos em especial aos meus queridos pais, Pedro Rocha e Fátima Lopes. Os meus amados irmãos, Hermínia, Pedro Filho, Benedita e Luciete. Às minhas mulheres: doce Mara Rejane, minha esposa, Letícia e Luana, minhas filhas, eternas fontes de inspiração.

 

Aos meus velhos companheiros de CGB (Coletivo Gregório Bezerra), que foi lá que tudo começou. Marinilda Carvalho, que conheci neste novo mundo, o virtual, e teve a imensa paciência de corrigir os erros da pressa, além de incentivar fortemente que o blog se transformasse em livro. Lufeba, Ricardo Queiroz (Klaxon), Vera Pereira, Silas Lima, tantos outros insistiram em ver a série Crise 2.0 em versão “livro”. Ao Esper Leon, que com “engenho e arte” tornou possível chegarmos aqui.

 

Meus amigos, leitores desta saga do capital contra os trabalhadores, as palavras de Marinilda tornaram maior e mais preciso o sentido deste livro, que ela abre neste prefácio. Abaixo o link para baixar gratuitamente o ebook do Clubinho. Os formatos são: ePub, indicado para tablets e smartphones, azw3, para Kindle, e pdf, para PCs e notebooks.

BAIXE O LIVRO NUM SÓ CLIQUE: ROCHA, Arnobio – Crise 2.0 – A Taxa de Lucro Reloaded Formato Pdf (2 MB)

 

Para demais formatos, entre aqui e selecione se epub( Tablets) ou azw3 (kindle)  : Crise2.0

 

 

Prefácio 

 

Este ebook é filho amado, cuidado e legitimado, quase que registrado em cartório, das chamadas tecnologias sociais, que tantos acusam de isolacionistas. Para começar, nasceu num blog – Política, Economia e Cultura. O “pai”, tuiteiro, feicebookeiro, googlepluseiro e o que mais nos venha ao teclado, viveu um caso de amor espantado com a mais impactante freada do capitalismo desde 1929, freada essa que batizou carinhosamente de Crise 2.0 – sim, até o nome da “mãe” lembra as tecnologias computowébicas!

Pois Crise 2.0 é um conjunto de 325 textos publicados no blog ao longo de 20 meses, aqui revisados e atualizados, sobre os desdobramentos da crise nos Estados Unidos, na Europa e nos países BRICS. Um painel completo, jamais visto em nossa imprensa entreguista, nem mesmo na alternativa. Quase 32 mil visitantes leram os posts, permanecendo nas páginas mais de cinco minutos, uma enormidade em nossos tempos instantâneos.

Acompanhei com sofreguidão os capítulos emocionantes deste folhetim. Incomodei o autor com perguntas, cobranças, insistências em mais de 100 comentários, fora as conversas no Twitter, no GTalk e no GMail – daí, acho, ter sido convidada (honrada!) para “madrinha” do ebook. Verdade que também nos une, apesar da diferença de gerações, o passado comunista, as alegrias nas vitórias operárias, as lágrimas nos saltos neoliberais, tudo temperado de reverência às teorias marxistas na análise dos processos históricos, marca maior deste trabalho.

O livro mostra praticamente todos os momentos da sangrenta luta de classes que permeia a Crise 2.0. Como doeu seguir as derrotas consecutivas dos espanhóis ou dos gregos… Alguns textos faziam chorar, outros despertavam ódio. Afinal, o diabo nesta terrível Crise 2.0 é que os capitalistas não se atiram mais dos prédios, eles pedem dinheiro aos governos e os governos dão. Quanto aos trabalhadores, tudo perdem, o emprego, as calças, a esperança. A classe trabalhadora é que está se matando mundo em crise afora.

Aos 43 anos, meu querido companheiro Arnobio Rocha, formado em Direito, técnico em Telecomunicações, é cearense de nascimento, paulistano de vivência, corintiano de paixão. Casado com a linda Mara, é pai das lindas Letícia e Luana. Ama as artes, o PT, o povo brasileiro e… a coerência.

Coerência, camaradas, é a chave deste ebook único. E o que pode ser mais coerente do que seu lançamento num clubinho de ebooks?

Marinilda Carvalho

 

O livro como poderão ver, não tem uma conclusão, um encerramento, pois o debate continua. Convido-os, mais uma vez, ao debate.