“Achados felizes da loucura; a razão saudável nem sempre é tão brilhante” (Hamlet – W. Shakespeare) As palavras caem e aparecem na tela do computador e sem que precise de muitos esforços para sequencia-las, dando um sentido mais lógico, assim se revela meu método de fazer/escrever. Há estes momentos criativos […]

“A flor brilhava intensa e maravilhosamente, e provocava admiração De quantos, então, a viram: deuses imortais e homens mortais” (Hino Homérico a Deméter) Durante essa pandemia, uma das maiores tragédias da humanidade em tempo de paz, é uma oportunidade de Reflexões, que a roda viva a que estávamos acostumados, não […]

“O tempo que terei para agradar aos mortos, é bem mais longo do que consagrado aos vivos…hei de jazer eternamente!” (Sófocles) Estranhamente condenamos o Kapital pela apropriação de desejos e sentidos, a imposição de certo comportamento, padrão que bem nos lembrou o Coringa de Joaquim Phoenix: Sorria. Ora, é apenas […]

“E você ainda acredita que é um doutor, padre ou policial Que está contribuindo com sua parte Para nosso belo quadro social” (Ouro de Tolo – Raul Seixas) Recente vi mais um grande filme argentino, A Odisseia dos Tontos (Tolos), esse cinema que tanto me encanta, especialmente Ricardo Darin, um […]

“Se não for sua intenção fazer aquilo que suas palavras demonstram, não me alimente com vãs esperanças” (Decameron – Giovanni Boccaccio) O vento sopra frio e entra pela janela do quarto/escritório, depois de mais um dia muito quente, o que confunde primavera com verão, nesse confuso tempo de São Paulo […]

Como quem lucro anela noite e dia, Se acaso o tempo de perder lhe chega, Rebenta em pranto e triste se excrucia (Inferno – A Divina Comedia – Dante Alighieri) No meio de minha jornada, acossado por sentimentos contraditórios, de um lado pelas dores e dardos arremessados pelo cruel destino, […]

1

“I held the blade in trembling hands Prepared to make it but just then the phone rang I never had the nerve to make the final cut” (The Final Cut – Pink Floyd) Daqui uns 20 dias vencerá meu contrato de hospedagem do blog, depois de 11 anos, 1708 posts, […]

  “Eu vi coisas que vocês não imaginariam. Naves de ataque em chamas ao largo de Órion. Eu vi raios-c brilharem na escuridão próximos ao Portal de Tannhäuser. Todos esses momentos se perderão no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer.” (Blade Runner  – Lágrimas na chuva) Olho velhas […]

1

                   “Esse papo seu tá qualquer coisa, você já tá pra lá de Marrakesh“ Depois de o mundo ficar Odara, agora virou neostalinista? Ops, socialista real, doutrinado por um YouTuber do ex-partidão. E vocês dizem que a terra não é Plana? Imagine […]

“Vida, vento, vela me leva daqui” (Mucuripe) Absorto, Em viagens pelas fronteiras do cérebro, da parca inteligência, perdido no tempo e no espaço, entre acordes de velhas e imortais canções, de noss ancentrais dinossauros do rock. Dali nada encontro, nem deveria. Apenas o vento que eventualmente sopra e refresca, nessa […]

“Nada a temer Senão o correr da luta Nada a fazer Senão esquecer o medo Abrir o peito à força Numa procura” (Caçador de Mim – Sergio Magrão e Luiz Carlos Sá) Ora, viver o que vivi, e ainda vivo, passar pelo que passei, e ainda passo, o que haverá […]

“Quanta gente aí se engana E cai da cama Com toda a ilusão que sonhou E a grandeza se desfaz” (Pecado Capital – Paulinho da Viola) É preciso saber que somos o suprassumo da calhordice, já dizia nossa primeira carta, escrita por Pero Vaz Caminha: “Nessa terra, tudo que se  […]