1

É provável que você ache esquisito se “comemorar” o aniversário de alguém que já nos deixou, que partiu para o lugar de onde jamais ninguém voltou, como diz o bardo inglês, e não tenho esperança de que minha doce menina, chegue aqui novamente. Claro que sim, que não é comum […]

Nada a dizer, apenas a imensa saudade, esse buraco fundo aberto no peito. A vida segue sempre porque nada para, por nada e por ninguém. Sonho em claro contigo, nem preciso dormir para te ver. O amor é um sentimento delicado demais para se acabar com a morte, essa brutalidade […]

São 19 meses, mas meu coração parou às 13:41 daquele 18.11.18. Há um coração e um cérebro, paralelos, que me mantém vivo e respirando, uma vida que não é a mesma, uma realidade que me faz continuar, seguir, sabe-se lá para onde. Escrevo aqui para Letícia, para cantar seus feitos, […]

2

Desde aquele dia 18.11.18, praticamente em todos os esses 540 dias, alguém dia que com o tempo a dor vai passar, que se transformará em saudades (boas?). É bem certo que tenha feito isso com outras pessoas que estão nessa mesma situação. Falta-me inteligência, ou sensibilidade, os dois, provavelmente, porque […]

“I don’t care if I know Just where I will go ‘Cause all that I need, this crazy feeling” (City of star – Benj Pasek / Justin Hurwitz / Justin Paul) Lá se foram 17 meses, 510 dias, a vida seguiu e é essa a verdadeira dinâmica da vida, os […]

“Hoje só acredito no pulsar das minhas veias E aquela luz que havia, em cada ponto de partida Há muito me deixou” (Noturno – Graco/Caio Sílvio) As horas, os dias, as semanas e os meses vão passando, parecem lentos demais para mim, é como se naquele dia 18 de novembro […]

1

Nenhum amor ou uma dor é maior do que a outra. Costumo ouvir, ler de que nenhum pai/mãe deveria enterrar um filho, concordo, sem dúvida, entretanto isso não me torna premiado ou que haja maior pesar, em relação a mim, todas as dores, são importantes, pois atingem cada um de […]

Há pequenas coisas da vida e do cotidiano que se tornam gigantes, quando da ausência, nessa imensa falta que a Letícia me faz, principalmente pela maturidade intelectual que ela tinha atingido, os gostos bem definidos, a capacidade de pensar e discutir, temas mais complexos, tudo nos aproximava muito. Outro dia […]

A cada vez que o calendário aponta dia 18, bate uma dor infinita e que vem uma sensação enorme de que o vazio não será preenchido. A morte da Letícia é como se tivesse aberto um buraco no casco de um navio que fica à deriva, não afunda, mas também […]