1

“Tua existência é uma noite interminável. Jamais conseguirás fazer-me mal” (Sófocles) Os onze meses passam lentamente, no ritmo de um relógio que teima em não mudar os segundos e minutos, formar novas horar, que comporão os dias, como se quisessem torturar a quem precisa que ele corra, vá mais rápido […]

1

“My heart is yours It’s you that I hold on to That’s what I do And I know I was wrong But I won’t let you down” (Sparks – Coldplay) Sobre quase todos os ângulos, procurei descrever Letícia. Entretanto, descubro alguma coisa a mais, para continuar entender quem ela é […]

“Corra não pare, não pense demais Repare essas velas no cais Que a vida é cigana É caravana É pedra de gelo ao sol Degelou teus olhos tão sós Num mar de água clara, clara” (Caravana – Geraldo Azevedo/Alceu Valença) É 18. Mais um, o décimo, desde então. A cada […]

“A vida humana não dura mais do que a contagem de um.” (Hamlet – W. Shakespeare) Você não está errado ao pensar que está lendo o mesmo texto, é quase uma repetição, na verdade, bem na verdade, é um mantra. Repete-se o fundamental, para que o decore, o que se […]

3

“So close no matter how far Couldn’t be much more from the heart Forever trusting who we are And nothing else matters” (Nothing Else Maters – Metallica) Meus amigos e minhas amigas, este texto poderá parecer repetido para vocês, como também é para mim, mas pouco importa, entendo os que […]

2

“No existe un momento del día En que pueda apartarme de ti El mundo parece distinto Cuando no estás junto a mi” (Contigo en la distancia – Cesar Portillo De La Luz) Os meses avançam, as estações se sucedem e muitas vezes me sinto naquele claustrofóbico hospital, preso ao que […]

“I’m waking up to ash and dust I wipe my brow and sweat my rust I’m breathing in the chemicals”  (Radioactive – Imagine Dragons) #Leucemia : Quando ela bate na sua porta!, foi esse o nome do primeiro artigo contado do que aconteceu naquele fático dia. Há nove anos, 11.06.2010, […]

3

Querida e amada Letícia, Eu te amo, hoje, assim como todos os seus dias e pelo resto dos meus dias. A vida será marcada pelas nossas datas, o que dói, desde aquela despedida, no cabalístico, 18.11.18. E a cada 18, será mais dolorido, pois, você, em matéria, não está mais […]

“Vai-se-me em névoa o mundo. Emanações subtis que exalais, vem tornar-me aos anos juvenis. Que imagens que trazeis de dias tão risonhos!… Caras sombras! sois vós? aéreas como em sonhos?” (Fausto – Goethe) Ainda nos resta um último fôlego para aguentar um novo mergulho, nas águas turvas de um rio […]

“Que vale a glória, a saudação que enleva Dos hinos triunfais na ardente nota E as turbas devaneia? Tudo isso é vão e cala-se na treva… — Tudo é vão, como em lábios de idiota Cantiga sem ideia” (Lira dos 20 anos – Álvares de Azevedo) O 18 é especial […]