Nas últimas semanas tenho assistido umas séries finlandesas (Deadwind, Bordertown), islandesa (O Assassino de Valhalla), polonesa (Ultravioleta) e uma inglesa (Collateral). Exceto a última, idioma que tenho algum conhecimento, as demais o que me atraiu, além da qualidade, os exóticos idiomas, a diferença de sonoridade, que não lembra em nada […]

Essa noite vi um grandioso filme, “Um homem de Sorte” (Lykke – Per) (Netflix), de Bille August, que retrata a Dinamarca do século XIX, rural, pobre e atrasada. Imediatamente me veio uma série de questionamentos sobre mim mesmo, minha trajetória, meus conflitos, minha personalidade errática, orgulho e vaidade, as conquistas […]

Um clássico se reconhece quando ele causa estranheza, quando se lê um livro, ou se assiste a uma peça, um filme, e vem aquela sensação de que levou um soco na barriga, que te causou um tremendo incômodo, de tão forte a avassalador que foi o contato com algo realmente […]

1

“Não adianta nem me abandonar Porque mistério sempre há de pintar por aí Pessoas até muito mais vão lhe amar” (Esotérico – Gilberto Gil) Falar de Gilberto Gil para mim tem que primeiro contextualizar, e fazer arremessos ao passado, noções de presente e passagens de minha vida, especialmente minha relação […]

4

“E tropeçou no céu como se ouvisse música E flutuou no ar como se fosse sábado” Ora, se Milton Nascimento desafia a lógica com sua voz, que tantas vezes me faz pensar que se existissem anjos, eles teriam a voz de Milton. Com Chico Buarque a complexidade é ainda maior, […]

“O que importa é que sem a ver o acrediteis, confesseis, afirmeis, jureis e defendais; quando não, entrareis comigo em batalha, gente descomunal e soberba” (D.Quixote – Miguel de Cervantes) É uma poesia e uma metáfora. Os níveis da consciência e do inconsciente que se cruzam numa moral cristã e […]

O momento do mundo se revestiu de complexidade por uma partícula, microscópica, um pequeno vírus, que passou a atormentar impérios e crenças de poder, ao mesmo tempo que alimenta ganância e corrida por mais controle sobre a vida ou morte das pessoas..O medo nos levará não à segurança, solidariedade, mas […]

Raramente vivemos uma vida, quanto mais duas, ou as dores e prazeres de uma única, a maioria de nós muitas vezes apenas sobrevive: Quer seja por todas agruras próprias da existência e de nossas contradições, quer seja pelas mazelas impostas por condições econômicas, sociais e políticas, adversas. Mesmo os que […]

1

O estranhamento é o mesmo, pois estamos diante de um clássico, e, para ser clássico, ele tem de incomodar, tirar nosso conforto, nosso olhar benevolente, atingir as entranhas, excitar o corpo e a mente. Difícil de digerir e de entender o todo, precisa de ser revisto, como também foi assim […]

Dois Papas, não se trata de um filme, mas de um acontecimento. É um embate de duas potências de duas ideologias dentro de uma mesma fé e igreja milenar. A Igreja Secular, perene e seus dogmas que a mantiveram por dois milênios, em face de uma corrente na Igreja que […]

2

Escrevo muito sobre Gotham city e sobre os “gêmeos”, Batman e Coringa. O par antiético, bem e mal; mocinho e bandido Pela tradição grega o herói não diferencia por ações boas ou más, mas o que representa para sua comunidade. Suas qualidades excepcionais, formação, origem, identidade secreta e seu rito […]

“Nobody writes about anything but themselves” (Animais Noturnos) O filme, Animais Noturnos, é uma porrada, um soco no estômago, todo estranhamento o torna imenso, a reflexão é doída, sem se saber como iniciar a falar sobre o que se viu. A primeira cena é uma performance de uma exposição de […]