#VaiCorinthians: 102 anos de Paixão

 

O Corinthians completou 102 anos no sábado, 1º de Setembro, abaixo tem todos os posts que escrevi sobre meu time, minha paixão eterna, meu amor. Tem um pouco de minha relação visceral com ele, a maioria de alegrias, claro, com frustrações, mas jamais sem o encanto que provoca todo vez que joga, aqui não importa se é futebol de campo, salão, basquete, escola de samba, baralho,truco, boxa, onde tiver o símbolo nós estamos ali grudados torcendo, sorrindo, chorando, elevando a alma e o coração ao todo poderoso timão.

#VaiCorinthians : As Loucuras, Manias e Superstições

#VaiCorinthians – Sem Palavras

#VaiCorinthians : Romarinho, Iluminado

#VaiCorinthians

Paulinho e Riquelme – Lances Geniais

Ronaldo, o mural do Corinthians

Neto x Ronaldo: Obrigado “Gordinhos

Sócrates e a Democracia Corinthiana

Quando Nasce uma Paixão?

Este ano é o mais vitorioso de sua história, a conquista da sonhada libertadores, no fundo nos libertou da últimas obrigações banais de um grande time de futebol, vencer o famoso torneio. Mais ainda nos livrar das gozações rivais, confirmar nossa força e vitoriosa camisa. Cada um daqueles caras que deram a vida pelo time, naquele 04 de julho, jamais serão esquecidos, por anos e anos serão lembrados, festejados, em qualquer lugar por onde passem. Definitivamente estarão nos corações e mentes. A torcida cobra, vai atrás, mas é extremamente carinhosa com seus heróis, uma gratidão e respeito por eles será eterna, muitos não entendem agora, só vão perceber daqui a muitos anos.

Lembro quando conheci Basílio, respeitosamente me curvei a agradeci pelo mítico gol de 1977, estava numa rádio, uns 20 torcedores acompanhando um programa, lembro que era no dia do aniversário de 99 anos do clube, 32 anos depois do gol, o mestre estava ali, sendo abraçado e reverenciado por todos nós.  Ontem, no jogo contra o Atlético MG, uma bela homenagem, 102 bandeiras com rosto de vários heróis, entre eles Ruço, que fez parte do time de 1977, que faleceu ontem. Apenas Vicente Matheus, teve seu rosto nas bandeiras, uma justa homenagem ao grande homem e dirigente do clube, até hoje tão querido pela torcida.

Nestes tempos de “profissionalismo”, ter paixão por um clube de futebol é cada vez mais raro, mais ainda por jogadores, pois trocam de time na primeira oportunidade, raramente algum se fixa na memória afetiva da torcida, são ídolos temporais, datados, curtos períodos, é uma contradição, pois apenas eles tornam a paixão perene. No cado do Corinthians há uma verdade que acabe sendo maior: A torcida que tem um clube. Isto choca e causa conflito com esta “modernidade” de profissionalismo ultracapitalista.

Parabéns Timão, vamos sempre cantar no estádio: Corinthians, Corinthians minha vida. Corinthians minha história. Corinthians meu amor. amoooor ô..” ou aquela “Aqui tem um bando de louco, louco por ti Corinthias”. Sempre deixará arrepiado e arrancará as lágrimas emocionadas de todos nós.

Corinthians Minha Vida…!!!

Imagem de Amostra do You Tube

Canto Bando de Louco – Corinthians

Imagem de Amostra do You Tube

Vamos Corinthians, esta noite teremos que ganhar!

Imagem de Amostra do You Tube

Trajetória do Corinthians- Libertadores 2012

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: