Crise 2.0: O Caçador de elefantes

 

Juan Carlos, caçando elefantes

 

Nesta série sobre a Crise 2. 0 procuro evitar fazer críticas moralistas, mesmo que seja quase impossível não fazer, pois o comportamento dos dirigentes tanto públicos como privados são de um profundo mau gosto e desrespeito aos que mais padecem com tão grave crise. Algumas extravagância ofendem a todos, indistintamente, e contribuem para que desmoralizem mais aqueles que objetivamente são os responsáveis pela crise e mais ainda por sua solução.

 

A Espanha a despeito de toda crise que atravessa, o último artigo da série sobre ela ( Crise 2.0: Espanha, outra Grécia?) demonstra bem as expectativas ruins sobre o país. Entretato, encontra na sua “família real” uma nota à parte, o comportamento do Rei Juan Carlos, ligado à extrema-direita religiosa, e os membros de sua família são mais que reprováveis. A última pérola foi a caçada, fracassada, do Rei, em Botsuana.

 

Em dezembro escrevi aqui sobre a decadência da monarquia espanhola – Crise 2.0: Uma realeza decadente – cujo eixo era o escândalo envolvendo o genro do Rei, Inaki Urdangarin, que manipulava fundo de forma fraudulenta, agora responde por processo, sendo afastado dos holofotes. Naquele artigo expus as regalias do Rei, totalmente incompatíveis com um país numa crise profunda, mesmo que não estivesse, não justificava tamanhas extravagâncias, relembrando:

  1. Juan Carlos recebe 292 mil Euros anuais de salário, livres de qualquer imposto;
  2. O Rei tem 507 funcionários à sua disposição, sendo 80 apenas na casa real;
  3. Os seis membros da família contam com71(SETENTA e UM) motoristas;
  4. A despesa direta da família Real é de 8,4 Milhões de Euros, excluídos 140 milhões pagos pelo estado para manutenção da casa Real, 57 milhões de Euros para veículos, 6 milhões com salários de funcionários;
  5. Todas as despesas de viagens do Rei e família são pagos pela chancelaria. A Família Real é isenta de paga tarifas públicas: Água, Luz ou gás

 

Diante da Crise e dos escândalos o Rei veio à publico, segundo o Estadão de hoje,  declarando recentemente que o índice de emprego entre os jovens, que atingiu o recorde histórico de 51% “lhe tirava o sono”. Perdeu tanto o sono que resolveu relaxar em Botsuana, viajando na segunda-feira num avião particular, que se diz ser de um grupo de empresários que frequenta a casa imperial. Tudo feito discretamente, o Rei e seu entourage caçava elefantes, mas um insólito acidente, nas escadarias do hotel, tornou pública a agenda “particular” de Juan Carlos.

 

O Rei tropeçou, quebrando o pé,  e teve que ser transferido com urgência para ser operado em Madrid, ficará fora de combate por 45 dias. Algumas ironias, Juan Carlos, é Presidente de honra da seção espanhola da WWF (World Wild Fund), ONG que, em tese, defende a natureza, inclusive, acho, os elefantes de Botsuana. Mais ainda, numa crise desta o pequeno safari, custou aos cofres públicos espanhóis 35 mil Euros, com o acidente e o jatinho particular, algo em torno de 100 mil Euros. Parece pouco, mas na conjuntura atual é desmoralizante.

 

Bunga-Bunga – A outra face da Extrema-Direita

 

Segundo o blog “Sem fronteira” do ex-juiz Wálter Fanganiello Maierovitch, Valter Lavitola, o agenciador de Bunga-Bunga, prostituição  para Berlusconi, foi preso e acrescenta que: “No Brasil, quando da visita oficial do então premiê Sílvio Berlusconi, coube a Lavitola, segundo informou o jornal La Stampa em matéria do jornalista Paolo Manzo, selecionar as brasileiras para um “bunga-bunga” ao balanço de samba. Lavitola, na ocasião, integrava a delegação berlusconiana e domina a língua portuguesa”.

 

Dentre as fantasias eróticas de Berlusconi e amigos estava as prostitutas vestidas de freiras ou com camisas do Milan e usando máscaras de Ronaldinho Gaúcho. Acho que Calígula ira corar diante da cena grotesca.

 

 

 

 

0 thoughts on “Crise 2.0: O Caçador de elefantes”

  1. O psicopata é alguém destituído de qualquer sentimento pelo outro. Existem níveis de psicopatia que podemos verificar no cotidiano, bem próximos a nós, às vezes até na família.

    Para mim, quanto mais à direita na escala ideológica, mas psicopata é a pessoa, pois mais ela é capaz de fazer por si em detrimento da maioria.

    Na foto, os bichos, os animais, a irracionalidade, está em formato de homem.

  2. Podiam apresentar o Rei da Espanha pro Berlusconi.
    Ou o primeiro caçava o segundo ou o segundo fazia bunga-bunga com o primeiro!
    De qualquer maneira, o mundo sairia ganhando, acontecesse o que acontecesse.
    E máscara de Ronaldinho? Cruzes!!!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: