The Piano Guys II

1

the-piano-guys

Tem quase dois anos que trago para minha página as invencionices do The Piano Guys, pois, sem dúvida, gosto demais estas recriações de músicas aparentemente apenas comerciais, que ganham uma base diferente e tornam cada uma delas mais pulsantes e belas. Os artistas homenageados pela dupla são quase todos da nova geração, como Bruno Mars, Taylor Swift, Adele, One Direction, One Republic.

Desta forma The Pianos Guys consegue se comunicar com facilidade com os jovens, a roupagem de piano e cello, engrandece as músicas que eles estão a ouvir, além de passar apara os jovens, outra linguagem, a fusão com músicas clássicas é o outro lado da mensagem, aproximar a juventude da música “velha”, mas tão cheia de vida. A ideia, me parece, é esta fazer com os dois mundos se conheça e se aproxime, os registros estão cada dia melhores, as novas experimentações acabam dando aquela gostosa sensação de ficar esperando, o que virá depois.

O que parece simples ou fórmula de ocasião, não é o que tenho visto, pois há um avanço nestes dois anos que os conheço e faço questão de divulgar. Numa pesquisa rápido eles estão presentes em vários posts (The Piano GuysBruno MarsTitaniumAs Músicas para Valsa de 15 AnosRecolhendo Histórias no Caminho), o que confirma a grande inspiração que sinto ao ouvi-los.

Agora um pouco mais de The Piano Guys.

The Piano Guys – Love Story Meets Viva La Vida

Adele – Rolling in the Deep (Piano/Cello Cover) – ThePianoGuys

Coldplay – Paradise (Peponi) African Style (ft. guest artist, Alex Boye) – ThePianoGuys

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

One thought on “The Piano Guys II

Deixe uma resposta

Next Post

Os extremos: Pessimismo e Otimismo

qua dez 4 , 2013
Share this on WhatsApp Estou assistido uma onda de péssimo que ameaça virar um tsunami, tenho observado que as pessoas se deixam impressionar com tanta facilidade que o desespero e o apelo de que “nada presta” ou o #acabamundo vira uma saída fácil. Bem, não vou julgar os que assim […]
%d blogueiros gostam disto: