Pedro, Pedra, Rocha, Meu Pai

 

Meus Pais em Belém - Abril 2012

 

Daqui a dois dias, Pedro Rocha, meu pai completa 70 anos, amanheci pensando nele, nos quase 23 anos que moro em São Paulo e na distância que a vida nos impôs. Em janeiro deste ano, depois de mais uma visita, escrevi sobre ele( Em nome do Pai)  e também sobre a história da família Rocha ( A mítica fazenda dos Rochas ), mesmo assim sinto que faltou algo mais, que tentarei dizer agora.

 

A primeira coisa é dizer com todas as letras: Pai te Amo muito. As palavras saem junto com as lágrimas e o nó na garganta, muitas coisas precisariam ser ditas, mas a frase resume o que realmente o que sinto. Nenhum dia longe dele e de minha mãe, me fez perder da memória o cheiro e a graça deles, o amor perene, amplo e sincero. Os encontros ano a ano são mais emocionantes, uma renovação dos laços, jamais partidos.

 

Meu Pai, nada, nada mesmo abalou nossa ligação, o afeto, o respeito. Mesmo nas diferenças de visão do mundo, nas escolhas políticas, que tanto tensionamento provocou, intimamente, nunca o julguei ou fez diminuir o meu amor, até porque não acreditava que o senhor me desejasse qualquer coisa de ruim. Tinha uma fé de que em pouco tempo as suas dúvidas quanto amim seriam sanadas, por outros fatores, o senhor teria orgulho de mim, que seus ensinamentos, os mais simples, eu aprendera.

 

Chegar aos 70 anos com honradez, cercado de amor dos filhos, netos e bisneto, dos muitos e sinceros amigos, irmãos, primos, deve ser maravilhoso. Tenho orgulho imenso de tudo que meu Pai fez por nós, seu exemplo de vida, sem jamais envergar, ou buscar “facilidades” na vida, tão comuns no mundo dominado pelo dinheiro e ganância. Saiba que o exemplo de seu Pai, agora seu, é transmitido por nós aos nossos filhos e deles aos seus. Somos Rochas, não apenas no nome, mas na fé inabalável, na vida e no amor.

 

Obrigado meu velho querido, espero sempre sua benção, por toda minha vida.

15 thoughts on “Pedro, Pedra, Rocha, Meu Pai”

  1. Maravilhosa declaração de amor Arnobio! Que orgulho eu sentiria de meu filho escrever um artigo assim.Achei muito lindo, eu gosto de seus textos sobre familia. Precisamos valoriza-las sim, cada vez mais! Você faz sua parte e isso é bom! Abraços !
    @mariluizavieira

  2. Oi, Arnóbio vi seu comentário sobre nosso pai, tô aqui chorando… vejo o quanto Ele é querido por todos seus filhos, e que Deus nos permita também chegarmos a sua idade sendo exemplo para nossos filhos. Amo aquele velho lindo e cheio de vida!!!!bjs sua irmã Luciete.

  3. meu irmão querido,
    nosso pai é o melhor exemplo de força, honradez e amor! Ele é minha fonte de inspiração em cada aula que eu dou. As suas gracinhas e ensinamentos repasso não pros meus filhos de sangue, mas também para meus outros filhos: meus alunos. li seu texto e chorei claro! Porque é lindo e verdadeiro como você.
    Te amo Pai, te amo meu irmão.
    bene

  4. Uau, que coisa linda! Parabéns, seus texto sempre muito bem escritos, emocionam a quem os lê. Muitas felicidades a seu pai, e a toda sua família. Bjs.

  5. Como não admirar tio Pedro? Cheio de história e de muita estrada percorrida por aqueles olhos. Exemplo de vida, de homem, de pai, de tio. Como não amá-lo? É sangue do doutor Pio, é parte de meu pai. É parte de mim. Registro também, meu primo distante, o amor que tenho pelo seu pai. Abraço!! Eduardo.

  6. Meu irmão é impossível não emocionar-se com suas palavras e sentimentos.Ao ler seu artigo passa um filme na nossa infância,do aoconchego do nosso lar, e principalmente da forma que nossa mãe nos educou e estimulou a amá-lo em primeiro lugar,colocando-se em segundo lugar,numa prova inconteste de seu despreendimento e amor por este homem bom de coração e puro de sentimento,que nos ensina a cada dia o valor de ter uma família tão completa e feliz como a nossa.Certamente a sua asência física nos entristese,mas sua presença de espírito é tão marcante,profunda,que tenho convicção brilhará em nossas mentes.APRENDEMOS MUITO CÊDO A ¨SER¨em primeirp lugar e isso faz toda a diferença.Do NOSSO PAI herdei tudo de bom que sou e tenho,inclusive as doenças e profissão(motorista)e também os maiores e melhores exemplos e ensinamentos.Dizem que sou o queridinho dele,mas sinceramente sou a mais previlegiada das criaturas por conviver os meus 46 anos de vida próxomo dele.A cada dia que passa aprendo mais e vejo quanta sabedoria ele nos passa.Obrigado Pai!!!!

  7. como e dificio eu chorar comecei com esta homenagem ao Pedro Rocha depois fui lendo os comentarios dos outros filhos a lagrima comtinuou e quando chegou no dudu ai a lagrima rolou mas isto faz parte e fruto deste amor que sentimos uns pelos outroa que nosso pai nos encinou
    isto e maravilhoso um beijao e amanha estaremos la no trairi para comemorar estes 70 anos

  8. Maninha levou o que você escreveu pra ler após a missa foi emoção redobrada, todos estavam chorando ao término.E nosso Pai é tudo isso e muito mais , que não temos palavras para dizer…assim como Maninha também uso muito as frases, historias dele em sala de aula e os aluno já dizem: “ja sei professora foi seu pai quem disse’ e assim vamos repassando essa história de vida, deste homem forte guerreiro que nunca desixou se abater diante as dificuldades.É dificil falar desta pessoa maravilhosa que é nosso PAIIIIII.bj

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: