600 dias depois

 

 

“Longa é a noite que nunca acaba” ( Macbeth – William Shakespeare )

 

 

Sábado passado, 11 de fevereiro de 2012, foi dia de muita reflexão, por mais que o dia fluísse bem, a cabeça tava ligada na data, aliás, como todo dia 11 de cada mês, o filme sempre volta, mas em especial quando se trata de “data cheia”. Naquele dia completava o 20º mês de tratamento da Letícia, para que não sabe do que se trata, por favor, leia o post ( #Leucemia : Quando ela bate na sua porta!). Parece loucura, mas a contabilidade fria mostra: 610 dias, 14736 horas.

 

Meu coração, ou meu relógio cerebral, passou a funcionar de forma diferente, tudo que era mais importante, passou a ter quase ou nenhuma importância, as coisas da vida perderam o completo sentido, nenhum dia, nenhuma hora desde então fui feliz. Na verdade, sou feliz intensamente com ela aqui, lutando, vencendo a cada dia, mas a minha intranquilidade, ou o pensamento, mesmo quando feliz, é turvado pela sombra da maldita doença.

 

Os dias passam e os conto como se fosse presidiário, mas com um castigo pior, não existe um apenamento exato, é uma punição com data imaginária, teórica de 120 semanas, mas a contabilidade de início é imprecisa, em tese terminamos o calvário no fim deste ano, mas internamente não penso em datas finais, procuro viver aquele ou este dia com mais amor que possa dar a ela. Sem tensionar, ou marcar datas, deixando que aconteça, que seja feliz em cada vitória, pequena ou grande.

 

Naquele sábado, Letícia e Eu, fomos ao Hospital Santa Catarina, nosso velho conhecido, as pessoas nos conhecem, torcem por nós, acreditam que venceremos. Ela foi fazer exame de sangue, em 20 meses foi o exame 170(cento e setenta vezes !!!), esta coisa virou uma rotina que sorri como se fôssemos tomar sorvete, comprar presente, ou qualquer atividade corriqueira entre pai e filha adolescente. Entretanto, estávamos ali para mais um exame, mais uma picada, ela estoicamente apenas sorri, uma lágrima desce do meus olhos, escondo para que não veja.

 

Mas, ontem, uma notícia, das mais felizes deste tempo todo, a maravilhosa Dra Tet, que é sempre tão rígida, jamais comenta ou dar expectativas sobre o tratamento, falou com Letícia sobre o fim do tratamento, que “prever para fim do ano”, dormi uma noite “tranquila” como não acontecia a tanto tempo, uma pequena luz se acendeu, uma esperança de que possa acordar deste longo pesadelo.

0 thoughts on “600 dias depois”

  1. Lelê nem imagina como uma ‘tia’ virtual e distante que nem a conhece pessoalmente torce e reza por ela. Notícia maravilhosa!!!!!! Deus está com vocês!!!

  2. Arnóbio,
    Uma notícia muito boa, que merece ser comemorada.
    Agora é perseverar e manter o astral alto, mesmo quando as coisas parecerem difíceis.
    E que as novas etapas do tratamento possam ser ultrapassadas rapidamente, da maneira mais tranqüila possível!

  3. A valente Lelê. A valente família da Lelê, tão queridos todos vocês. Quando isso tudo passar, guardem somente o que essa experiência tão dura trouxe de positivo, de conhecimento, de crescimento de cada um e da família. Isso é que importa! Os maus momentos, aqueles de angústia e de dor existem, não há como negá-los, mas que não se dê a eles importância maior do que merecem.Um beijão para vocês todos.
    (P.S.: Tet é o Ano Novo lunar, comemorado no Oriente, e ocorre no nosso fevereiro. É o tempo de se renovarem os desejos e as esperanças. Não é concidência o nome da médica ser Tet)

  4. Graças a Deus…
    Ficamos com o coração na mão e é nessas horas que sabemos o que é realmente a felicidade e o valor que a vida tem!
    Parabens p/ toda familia e que Deus os ilumine com muita paz e saúde a todos

  5. Meu caro:
    embora não não conheçamos pessoalmente, posso dizer que estamos ficando amigos via twitter. Não conhecia o desafio que tua filha está enfrentando. Só percebi hoje, talvez porque tenho sido um tanto relapso com minha vida pessoal e com o que realmente interessa (trabalho demais!).
    Li tudo agora e fui me tornando um fervoroso torcedor a cada linha dos teus textos. Saiba que você e sua família têm a partir de agora toda a minha solidariedade e que farei o que puder e estiver ao meu alcance para ajudar. Basta mandar uma DM.
    Muita sorte para tua filhinha e que os médicos continuem acertando até ela se curar.

  6. Parabéns por essa vitória.
    Em uma situação que guarda alguma semelhança, por duas vezes vi a ameaça pairando sobre um ser que trouxe ao mundo pelas vias da mãe natureza, mas o verdadeiro parto foi sentir afastada a ameaça que teimava em me roubar os dias de convívio que eu e esse ser tão caro para mim planejamos viver juntos.
    Muitos dias de céu azul e sol brilhante para você e sua família.

  7. Oi, Mano

    Tão difícil viver assim, mas ” A tempestade vai passar” confie e tudo será superado. Torço por vocês , todos os dias Letícia está nas minhas orações. Fica com Deus e que o Senhor dê a tranquilidade dos teus dias.bjs

  8. É,Arnóbio, dias intermináveis… Como é duro e difícil expressarmos nossas dores e temores. Sabes quantos dramas temos vivenciado estes últimos quatro anos e, principalmente, este final de 2011 mas, por outro lado, fiquei feliz por vê a Lê tão crescida e madura; surpreendi-me e fiquei muito orgulhosa com a sensibilidade e aguçada inteligência de minha sobrinha! Muita força para todos e um abraço especial para a Lê e para minha Mana querida!

  9. Arnobio
    Quando a gente pensa e percebe como a vida é frágil, assusta.Muita fé, esperança e saiba q nunca vai estar sozinho. Como nos dói o sofrimento de um ente amado e nossa impotencia em ajudá-lo… Mas muita força e q os 600 dias não sejam muitos mais.
    Abraços
    Eliana

  10. Nobinho
    Quando nos encontramos diante de um “grande problema” é que percebemos como a vida é maravilhosa e como Deus nos coloca a prova.Acredito que nada é por acaso.Deus tem um plano para cada um de nós e vocês estão aí firmes e fortes para nos contar essa historia que é de cada um de nós, pois vivemos esses 600 dias ansiosos também, que Nossa Senhora esteja sempre aí pertinho de vocês.beijos

  11. A Leticia é linda Arnobio! Vi nela uma menina grande muito feliz! tenho certeza com a familia que ela tem e um pai maravilhoso e carinhoso que vc é Deus estará sempre olhando, abençoando e cuidando da Leticia. Bjs!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: