Manchetes de Segunda

 

 

Nada é mais complicado do a segunda-feira, já disse aqui antes (A Odiosa Segunda-Feira), mas não tem jeito, mesmo com toda preparação, ela vem sempre forte, que te joga para baixo, nem inspiração sobra, a não ser para reclamar, difícil. Estava no carro ouvi uma música alto astral, bem antiga, tentei de todas as maneiras lembrar o nome, ou do grupo, nada, o cara nem para falar, pensei, caramba, é segunda-feira mesmo.

Olho as matérias de jornais, penso: Vem logo terça. Dom Odilo diz que igreja vive um “tempo difícil”, tá na Folha de S. Paulo, aí ao lado afirma que 50 jornalistas assistiram a missa dele em Roma, nossa que colosso, esquece o jornal de dizer que há, na cidade, devido o conclave, cerca de 6000 jornalista, ou seja, menos de 1% foi vê-lo. A desmoralização da grande mídia é por absoluta falta de inteligência, parece que capricham nas bobagens, pioram meu clima da segunda-feira, não tem jeito.

Ouço no rádio, que jovem de 22 anos, classe média(sofre), alcoolizado, ontem pela manhã atropelou um rapaz na Av Paulista, o impacto foi tão forte que arrancou-lhe o braço. Estudante de psicologia, pega o braço, vai para casa do amigo, deixa-o em casa, jogo o braço do atropelado num córrego, depois se apresenta à polícia. Como de praxe, se nega a fazer o exame, seu advogado fala em acidente terrível. Mas o repórter mostra toda sua criatividade, fala que a mãe do rapaz atropelado disse ele sente o “braço, mesmo sem tê-lo”. Será que o repórter já ouviu falar em “órgão fantasma” de amputados?

Para fechar o “mimimi” da segunda, leio a entrevista de Clodovis Boff, irmão de Leonardo Boff, uma reconversão que muito entristece, a simples aceitação da força institucional, o castigo imposto, digerido como certo. Pouco se pode discutir com alguém que diz que Bento XVI, defendeu a essência da Teologia da Libertação. É a conclusão de um mundo, não líquido, mas gasoso demais. O dia que mais concluímos esta coisa desagradáveis, tem que sempre às segunda-feiras, seu estigma nos persegue.

“Tudo que nos parecia sólido, sumiu ao vento como nossos desejos”, como sempre, William Shakespeare, define a vida.

Cream – Stormy Monday

 

Imagem de Amostra do You Tube

One thought on “Manchetes de Segunda”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: