O Mundo das Sagas Juvenis

A Arte de Luana e seu mundo do Anime.
A Arte de Luana e seu mundo do Anime.

Quem tem filhos adolescentes, não tem como fugir, somos levados ao mundo deles e seus programas de TVs, canais do Youtube, páginas de Facebook, séries e filmes. A onda recente são os livros/filmes vinculados às “Sagas”, desde Harry Potter, passando por “Crepúsculo”, “Jogos Vorazes” até “Divergente”, tendo ainda os “Olimpianos” de Percy Jackson.  Tudo vira motivo para reunir uma moçada em grupos e bandos, alimentando um amplo consumo de música, livros, filmes, roupas, acessórios e comportamentos.

Vi quase todos estes filmes e séries, alguns com ótimas produções e outros apenas apelativos ao consumismo voraz da garotada. Os encontros de Sagas, acampamentos e eventos sempre muito cheios, com uso de “Cosplay” de personagens, todos eles são combinados pelas redes sociais, com ampla divulgação e presença massiva. É um ambiente estranho, para nós mais velhos, mas para a garotada são imensas festas em que ficam muito empolgados, cheios de alegria, sonhos e com muita brincadeiras lúdicas, lutas e competições.

Minhas filhas participam sempre que podem participam destes eventos, cada uma com seus grupos de afinidades, a diferença de idade entre elas acaba separando-as em alguns eventos, mas em geral elas curtem os mesmos grupos, séries e sagas. Discutem sobre seus arquétipos, suas identidades com personagens e como seriam em cada filme, ou nas Sagas. Obviamente com muito debate e disputa por espaço, para ver que tem mais identidade ou quem faz o melhor “cosplay”, até pelos amigos feitos nestes encontros ou saídos deles.

Cabe ainda nestas atividades todas delas, os “Animes”, que são eventos diferentes, com outras origens, mais ligados ao oriente, principalmente Japão e Coréia do Sul. A minha fila mais nova é mais ligada a esta arte (Anime), pois está desenhando muito bem e participando com mais intensidade deste “ambiente”, além de curtir o estilo musical deles, J-pop e K-pop. Os encontros e eventos também são gigantescos e nasceram dos aficionados por Mangás e desenhos orientais. Dentre os mestres influentes da arte está Hayao Miyazaki, cartunista e cineasta japonês, com obras geniais como “A viagem de Chihiro”, “Princesa Mononoke” e o mais recente “Vidas ao Vento”.

É um mundo de informações e de culturas, que misturam várias mitologias como a grega, celta e nórdica. Eles viajam pelo ambiente e atmosfera da idade média, têm fascinação pelo mundo medieval, pelas lutas de cavalheiros, mas que as “damas” também portam espadas e escudos. Investigam o oriente, sua cultura milenar, a interação de passado de samurais ao presente meio dark de Death Note, além das viagens oníricas como as de Chihiro, do mundo mágico de Ponyo, além dos famosos mangás e desenhos de tvs.

Os links destas culturas com o presente e futuro não são tão explorados, poucas destas Sagas se situam no mundo atual, exceção são “Divergente” e “Jogos Vorazes”, que estão num ambiente mais futurista, vinculados à decadência humana de um pós-guerra ou hecatombe nuclear, que os sobreviventes são divididos por castas e grupos bem definidos, sem que possam exercer qualquer liberdade ou construir caminhos de interação entre si, aliás, vivem uma guerra interna por sobrevivência e poder.

Este artigo é apenas um pequeno roteiro, bem simplificado, de um rico mundo de fantasia infanto-juvenil, que une literatura, arte, jogos, internet e lazer. Claro que extremamente ligado ao consumo e a necessidade padronizar gostos e comportamentos sociais. Entretanto, pode-se participar intensamente ao mesmo tempo discutir, questionar e informar sobre a vida, sobre lazer e cultura, que não se reduze ao simples consumo destes ambientes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: