A Vitória de Concluir uma Universidade

Pedro Filho, o “bento” do pai, ontem lhe deu mais orgulho e a nós também

Pouco mais de dois meses atrás, felicitei minha sobrinha mais velha, por concluir com louvor sua graduação superior, o que coincidiria com a formatura de seu pai, meu irmão querido, Pedro Filho. Assim decrevi a vitória de ambos:

É auspicioso o momento que todos nós vivemos, pois minha sobrinha se formou ontem, no campus do IFCE de Maracanaú, na periferia da grande Fortaleza, com um belo centro de excelência, quem imaginou algo assim lá? Em poucos dias, seu pai, aos 48 anos, também logrará sua graduação superior. Creio, que isto tudo, não é fruto do acaso, não apenas na nossa família, mas o Brasil vive um outro momento, é impossível não associar estas vitórias às mudanças de expectativas que vive o país. Que fique claro, o Governo Lula/Dilma apenas fez sua parte, sua obrigação, não foi de graça. Mas, o que fizeram/fazem, é muito, diante dos outros governos, que só olharam para os ricos. ( A Força do Sonho da Universidade )

Ontem, meu irmão vestiu a Beca e se formou oficialmente, o motivo de mais orgulho de nossos velhos pais, agora, seus cinco filhos estão todos graduados, uma grande vitória e que se cumpriu um novo ciclo, uma nova era nos destinos de tantas famílias e gerações que viviam longe dos bancos escolares, mais longe ainda de uma universidade, que era feito para os ricos e bem-nascidos. Esta mudança de paradigma é que nos leva a ter esperança no futuro, na construção de um outro modelo de país e de sociedade.

 A trajetória do meu irmão é incomum, nossa geração já teve mais oportunidades, saímos de uma pequena cidade, fomos morar em Fortaleza, ao menos ensino médio ou técnico tivemos acesso. Lembro que o nosso pai dizia que quem quisesse estudar, ele faria de tudo para que nos formasse. Pedro Filho, terminou o segundo grau, mas já trabalhava, enquanto estudava e seguiu os passos do meu pai, foi trabalhar, constituiu família cedo, fez de tudo, caminhoneiro, taxista, empreendedor, fazendeiro, administrador. Subidas e descidas, mas sempre lutando por algo mais.

Minhas irmãs  seguiram nos estudos, Benedita, a do meio, fez o caminho mais “reto” se formou em Engenharia Elétrica e técnica em Telecomunicações, virou professora da ETCE(hoje IFCE) fez mestrado e doutorado. Depois Luciete e Hermínia, a mais nova e a mais velha, também são professoras, em épocas diferentes fizeram Letras e Pedagogia. Fiz  ETFCE, muito tempo depois, Direito. Mas nossa maior honra, foi a volta do Pedro aos bancos escolares. Primeiro Pedro cursou o EJA, do IFCE, mesmo com as dificuldades do trabalho, os problemas do curso, ele seguiu. Para nosso orgulho foi fazer faculdade, Administração, com muito esforço, agora também se graduou.

Esta formatura é uma vitória imensa dele, de sua família, um exemplo para aqueles que acham que não podem voltar aos bancos escolares, a resposta é que, podem e devem, não importando a idade. Graças a este curso, meu irmão conseguiu um ótimo emprego, fruto de sua experiência de vida e de capacidade de trabalho, agora, com o diploma, jamais poderão lhe fazer qualquer questionamento. O detalhe parece bobo, mas no mundo corporativo não é, o curso superior faz diferença, não apenas formal, mas a graduação ajuda a ampliar a visão de processos e de melhor qualidade no trabalho. Mas, o mais importante, a conquista pessoal, a satisfação de novos e maiores conhecimentos.

Todos em festa, comemorando mais esta vitória, meus pais, em primeiro lugar, nem consigo imaginar o orgulho deles ontem a noite. Parabéns, Pedro, Pai e Pedro, Filho.

One thought on “A Vitória de Concluir uma Universidade”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: