Blog "gratuito": o barato saí caro – Nova Casa

Iniciando uma nova casa, fiz o ajuste com o passado dos antigos blogs com a mensagem abaixo, sejam bem-vindos e vamos continuar na mesma luta aqui, dividindo um pouco de conhecimento, experiências, angústias e alegrias.

 

Por que mudei de Endereço?

 

 

Escrevi recentemente uma analise da peça Alceste: Amor ou Morte em que mostra a inoportuna visita de Héracles ao seu amigo Rei Admeto que acabara de perder a esposa Alceste, mesmo assim pelo dever de Hospedar, Admeto trata o amigo como se nada estive acontecendo, dando-lhe o que havia de melhor na sua casa.

Este dever de hospedar também nos chegou, em particular no nordeste, através de nossas heranças e tradições, de sempre receber bem quem nos visita, independente se estamos preparados ou não. Meu velho avô era sempre assim, fazia a festa de quem a sua casa chegava, e nos transmitiu este rico sentimento de acolher e receber  sempre com nosso melhor: Comida, instalações e amizade.

Criei este pequeno blog em 23/11/2009 e nele publiquei 108 artigos, com mais de 50 mil visitas,  o que para mim é uma grande surpresa, as visitações os 620 comentários, os 40 seguidores que assinam o recebimento automático. A recente série sobre o Japão, rende o prazer de exercitar a memória de um momento ímpar na minha vida e é um projeto de quem sabe algo mais consistente no futuro.

Porém, na última quarta-feira dia 19/05/2011 fui surpreendido com a recusa do WordPress de continuar abrigando meu blog, houve uma recusa a publicação do meu post com uma lacônica mensagem que eu violara o “Termo de Serviço” e que pelo seu “Creative Commons” meu blog era comercial e não era aquele o local de hospedagem. Tomei um susto enorme, primeiro porque deveria ter sido muito claro o que eu violei, para que pudesse reparar, retirar do blog, segundo queria saber o conceito de comercial do meu blog. Imediatamente num inglês bem meia-boca pedi explicações ao editor o que ocorrera. Dezenas de amigos que tentavam acessar o blog vinha a mensagem que o blog estava indisponível como se eu o tivesse removido. Três horas após o incidente o blog “comercial”, “violador do termo de serviço” é devolvido sem maiores explicações.

Diante da perplexidade resolvi comprar um domínio http://arnobiorocha.com.br/ e mudar meu blog de hospedagem, com ajuda do amigo @magnesio do Teia Livre. Estes hospedeiros gratuitos (wordpress, blogger) têm critérios próprios que são por nós desconhecidos, pouco claro, que a nossa razão desconhece.

Aos amigos que me lêem que indicam meu blog nos seus blogs ou em listas de email, Facebook ou Twitter segue meu novo endereço, estou tentando me reanimar do baque e continuar a escrever, nem sempre é fácil recomeçar, divulgar um novo endereço, conto com a ajuda de vocês:

http://arnobiorocha.com.br/

Atenciosamente

Arnobio Rocha

0 thoughts on “Blog "gratuito": o barato saí caro – Nova Casa”

  1. Já mudei o link lá Arnobio. Não esquece de trabalhar o SEO nos mecanismos de busca para que o posicionamento dos teus links antigos sejam transferidos. é trabalhoso, leva tempo até regularizar mais vale a pena, afinal o posicionamento antigo foi você que conquistou

  2. Sinto muito o contratempo meu amigo.
    Náo desista pelamordedeus! A gente te ajuda a divulgar
    o novo endereço.
    Melhor ficar longe desses zumbis internéticos mesmo,
    a mim sempre parece conspiratórias certas coisas que acontecem
    quando tentam inibir o crescimento da popularidade de um
    grande jornalista.

    Blogosfera unida, jamais será vencida. Estamos contigo e
    náo abrimos a retaguarda.

    Vamos lá amigo!

    Grande abraço e muito agrdecida pelo carinho das tuas
    publicações. Tesouros.

  3. Olá, Arnóbio!

    Estou preparando o material para a oficina “Blogs II: Administração e ferramentas para blogs” no #BlogProgRS. Ao ler este post, pensei em incluir teu blog como case de migração do “wordpress.com” para “hospedagem + wordpress.org”. Pode ser? =)

  4. traumático, né? mas ao comprar domínio voce avançou mais uma etapa em sua vida na blogosfera. as famosas malas que vão para belém…

    boa sorte em sua nova casa e a alegria foi imensa em ler que as crônicas do japão podem virar livro. além de muito incentivar, reviso e faço o que for possivel para que isso aconteça!

    vida longa ao “novo” blog!

  5. Arnobio, creio que foi uma fatalidade específica, algum equívoco de avaliação, até pelo fato de haver discrepância entre o português e o idioma dos administradores da rede. Talvez o blog tenha sido alvo de alguma denúncia (infundada, mas consistente na argumentação) – e o pessoal do WordPress tenha se preciptado na análise e na reação.

    O WordPress é um serviço de alta qualidade para blogs. É uma iniciativa que merece aplauso pela sua disponibilidade gratuita e constante evolução. Evidente, porém, que a versão totalmente free (WordPress.com) tem algumas limitações que o WordPress.org já não tem – este condicionado apenas ao plano de hospedagem contratado.

    Eu até pretendo migrar para o WordPress.org para ter mais recursos e controle, porém ando sem tempo para tocar um blog com a frequência que ele exige. Certamente um dia o farei. Espero.

    Abraço e boa jornada de recomeço!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: