Um clássico se reconhece quando ele causa estranheza, quando se lê um livro, ou se assiste a uma peça, um filme, e vem aquela sensação de que levou um soco na barriga, que te causou um tremendo incômodo, de tão forte a avassalador que foi o contato com algo realmente […]

“Vida, vento, vela me leva daqui” (Mucuripe) Absorto, Em viagens pelas fronteiras do cérebro, da parca inteligência, perdido no tempo e no espaço, entre acordes de velhas e imortais canções, de noss ancentrais dinossauros do rock. Dali nada encontro, nem deveria. Apenas o vento que eventualmente sopra e refresca, nessa […]

“Nada a temer Senão o correr da luta Nada a fazer Senão esquecer o medo Abrir o peito à força Numa procura” (Caçador de Mim – Sergio Magrão e Luiz Carlos Sá) Ora, viver o que vivi, e ainda vivo, passar pelo que passei, e ainda passo, o que haverá […]

“De todos faz covardes a consciência” (Hamlet – W Shakespeare) O que é a verdade factual? Talvez seja o maior problema que a humanidade enfrenta nessa época da comunicação em massa, em que todos e qualquer um “produz” uma notícia ou uma versão dela. A completa insegurança e incerteza para […]

“O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade” (Umberto Eco) O Brasil, aliás, o mundo, entrou na Era da Imbecilidade, é um contexto bem próprio, pois a popularização da internet, via celulares, deu voz aos seres mais abjetos que existiam dispersos, agora […]

“Quanta gente aí se engana E cai da cama Com toda a ilusão que sonhou E a grandeza se desfaz” (Pecado Capital – Paulinho da Viola) É preciso saber que somos o suprassumo da calhordice, já dizia nossa primeira carta, escrita por Pero Vaz Caminha: “Nessa terra, tudo que se  […]

“Perdida toda a sombra de esperança! Em vez de nós, expulsos, exilados, Criada já existe a prole humana, Prazer novo de Deus, e este amplo Mundo Para morada deleitosa dela” (Paraíso Perdido – John Milton) De alguma forma a humanidade sobreviveu de que foi expulsa do Paraíso pelo “pecado”, sendo […]

“Nobres, perdoai-me; mas preferiria ter de pensar de novo estas feridas a ouvir contar como cheguei a obtê-las” (Coriolano – William Shakespeare) O excelente filme polonês, Rede de Ódio, do diretor Jan Komasa, em exibição no Netflix, explica muito bem o funcionamento das redes sociais, da construção dos perfis fakes […]

“Uno é o mito, mas não por se referir a uma só pessoa, como creem alguns, pois há muitos acontecimentos e infinitamente vários, respeitantes a um só indivíduo, entre os quais não é possível estabelecer unidade alguma.” (Ética a Nicomaco – Aristóteles) Bem antes da Pandemia um mau maior nos […]

“A morte, essa justiceira cruel, é inexorável nos seus prazos” (Hamlet – Shakespeare) A maior violência da vida é a morte de um filho. O texto podia terminar na frase acima, pois tudo aqui e abaixo é mera redundância, expiação, lamúrias, algum amor e sentimento, principalmente, poesia, mesmo que machuque. […]

“Se é agora, não vai ser depois; se não for depois, será agora; se não for agora, será a qualquer hora. Estar preparado é tudo” (Hamlet – W. Shakespeare) Despedida de uma semana em que a CLASSE continuou sendo massacrada pelo Kapital, ainda que nossas pinimbas aqui, nas redes (anti) […]