2

Chegando aos 50, o que devo dizer sobre mim que ainda não tenha dito/escrito, Ou pelo menos indicado nesse espaço? Muitas vezes falar de si, não é desprezar os outros, ao contrário, é dialogar com o silêncio que nos habita. Os escritos aqui vão desde a minha formação humana, cultural, […]

“E eu, que tenho mais vida, tenho menos liberdade? É esta a minha paixão: num feroz vulcão transfeito, quisera arrancar do peito pedaços do coração”. (A Vida é Sonho – Pedro Calderón de la Barca) As mesmas reflexões de antes, atormentam o dia de hoje, talvez o amanhã, porque nossa […]

Meu querido e amado pai, Os três anos de sua partida parecem longos, de alguma forma vamos nos acomodando com as nossas saudades. A minha é sempre lembrar que seu número de celular continua gravado aqui e com seu nome, pois era nosso meio de comunicação, muitas vezes, até três […]

“Para quem quer se soltar invento o cais Invento mais que a solidão me dá Invento lua nova a clarear Invento o amor e sei a dor de encontrar” (Cais – Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) A voz que desafia a lógica, que nos põe em dúvida da existência de […]

1

“Sou livre; trago em mim a impávida verdade” (Édipo Rei – Sófocles) A vida vai nos apresentando determinadas situações, algumas de limites, rupturas, outras de uma certa provação individual, quanto aos seus valores. Bem, nem preciso dizer que as questões aqui levantadas fazem parte desse longo processo de mutações radicais […]

“Pelo meu desmerecimento, que não ousa oferecer O que quiser dar, e muito menos aceitar O que morreria por não ter. Isto nada vale. Mas quanto mais se tenta ocultar, maior se revela.” (A Tempestade – W. Shakespeare) Talvez tenha chegado o momento em que não tenho mais nem uma […]

“Nós tomaremos Gotham dos corruptos! Dos ricos! Dos repressores de gerações, que as oprimiram com mitos de oportunidade, e a devolveremos a vocês… o povo. Gotham é sua! Ninguém irá interferir. Façam como quiserem. Comecem invadindo Blackgate e libertando os oprimidos” (Discurso de Bane, em Batman Ressurge) A beleza da […]

“É um estranho repouso, este de dormir De olhos abertos; de pé, falando e mexendo-me, E dormindo, contudo” (A Tempestade – Shakespeare) As viagens de metrô e trem, sem internet, têm sido um alento, é um momento em que não tem perturbações externas, então ouço músicas velhas, enquanto faço pequenos […]

“Que ditosa ilusão, supor que ao homem seja dado emergir do mar dos erros! O que é mister saber, ninguém no atinge, e o que se alcança para nada presta” (Fausto – Goethe) Sim, agora tudo ou nada, pouco importa. A fase de tensão da alma do que não se […]

“Eu não estou interessado Em nenhuma teoria Em nenhuma fantasia Nem no algo mais” (Alucinação – Belchior) De quase todos os ângulos, costumo analisar os fenômenos que nos cercam, nem sempre consigo abranger, parece que escapa algo, o que não é ruim, demonstra que ainda temos muito por aprender. Até […]

“Que vale a glória, a saudação que enleva Dos hinos triunfais na ardente nota E as turbas devaneia? Tudo isso é vão e cala-se na treva… — Tudo é vão, como em lábios de idiota Cantiga sem ideia” (Lira dos 20 anos – Álvares de Azevedo) O 18 é especial […]

“She’s got eyes of the bluest skies As if they thought of rain I hate to look into those eyes And see an ounce of pain Her hair reminds me of a warm safe place Where as a child I’d hide And pray for the thunder And the rain To […]