“Pelo meu desmerecimento, que não ousa oferecer O que quiser dar, e muito menos aceitar O que morreria por não ter. Isto nada vale. Mas quanto mais se tenta ocultar, maior se revela.” (A Tempestade – W. Shakespeare) Talvez tenha chegado o momento em que não tenho mais nem uma […]

“Nós tomaremos Gotham dos corruptos! Dos ricos! Dos repressores de gerações, que as oprimiram com mitos de oportunidade, e a devolveremos a vocês… o povo. Gotham é sua! Ninguém irá interferir. Façam como quiserem. Comecem invadindo Blackgate e libertando os oprimidos” (Discurso de Bane, em Batman Ressurge) A beleza da […]

“É um estranho repouso, este de dormir De olhos abertos; de pé, falando e mexendo-me, E dormindo, contudo” (A Tempestade – Shakespeare) As viagens de metrô e trem, sem internet, têm sido um alento, é um momento em que não tem perturbações externas, então ouço músicas velhas, enquanto faço pequenos […]

“Que ditosa ilusão, supor que ao homem seja dado emergir do mar dos erros! O que é mister saber, ninguém no atinge, e o que se alcança para nada presta” (Fausto – Goethe) Sim, agora tudo ou nada, pouco importa. A fase de tensão da alma do que não se […]

“Eu não estou interessado Em nenhuma teoria Em nenhuma fantasia Nem no algo mais” (Alucinação – Belchior) De quase todos os ângulos, costumo analisar os fenômenos que nos cercam, nem sempre consigo abranger, parece que escapa algo, o que não é ruim, demonstra que ainda temos muito por aprender. Até […]

“Que vale a glória, a saudação que enleva Dos hinos triunfais na ardente nota E as turbas devaneia? Tudo isso é vão e cala-se na treva… — Tudo é vão, como em lábios de idiota Cantiga sem ideia” (Lira dos 20 anos – Álvares de Azevedo) O 18 é especial […]

“She’s got eyes of the bluest skies As if they thought of rain I hate to look into those eyes And see an ounce of pain Her hair reminds me of a warm safe place Where as a child I’d hide And pray for the thunder And the rain To […]

“No ar; e tudo quanto nos parecia ser corpóreo se fundiu como ao vento nosso anélito” (Macbeth – Shakespeare) Saindo de uma batalha, Macbeth, seu fiel escudeiro Banquo, são surpreendidos por três horrendas bruxas, elas dizem aos dois seus destinos, primeiro Macbeth, que terá novos títulos, por fim, será Rei. […]

“Na minha desventura, contemplo um mar tão vasto de infortúnios, que nunca poderei salvar-me a nado, nem ao menos vencer esta vaga fatal que ora me assalta” (Hipólito – Eurípedes) O filho da musa Calíope, Orfeu, de bela voz, foi ao mundo dos mortos, o Hades, atrás de Eurídice, sua […]

1

  “You believed in their stories of fame, fortune and glory.  Now you’re lost in a haze of alcohol soft middle age  The pie in the sky turned out to be miles too high.  And you hide, hide, hide,  Behind brown and mild eyes” (Paranoid eyes – Pink Floyd) Parece […]

4

“Purifica tua mente e teu corpo estará curado”. (Gravada em Epidauro no templo de Asclépio) É mais ou menos assim, se houve uma vida anterior, já vim com defeito de DNA, a chatice é uma característica, talvez hereditária, mas não sei se veio dos meus velhos, que, apesar de sermos […]

1

“Sabes que é sorte comum _ tudo que vive morre, Atravessando a vida para a eternidade”. (Hamlet, William Shakespeare) Ora, Hamlet, diz que a morte é o “país não descoberto, de cujos confins, jamais voltou nenhum viajante”, no Ato III, o que nos parece uma flagrante contradição com o Ato […]