O Brasil das Elites será eternamente Dependente!


Lula e Zumbi do Palmares, símbolos da resistência de um povo contra sua Elite Canalha.

O Brasil errou muito entre 2004 e 2011, ao contrário do que se discute, foi por erro, não um acerto do país, crescer e ter possibilidade de ser independente. A burguesia nacional perdeu momentaneamente as rédeas dos rumos da Economia e, quase teve quebrado o seu pacto histórico de submissão aos seus sócios majoritários, o capital estrangeiro.

Foi uma loucura, aqueles anos de desacertos.

Onde já se viu, que ousadia, um governo nacionalista, pensando num Brasil diferente de seu destino, de sua sina, desde as caravelas, os portugas mataram nossos povos originários, roubaram nossas riquezas, usaram o país para se esconder de Napoleão, trazendo a dispendiosa corte portuguesa, sob proteção inglesa e dependência ao império britânico.

Nesses 522 anos de “história”, após a chegada dos saqueadores portugueses, invasores cruéis, colonizadores, escravocratas assassinos e genocidas. A formação da elite brasileira é de mãos sujas de sangue, sempre distante do povo originário, depois dos escravos libertos e dos pobres, um fosso social imenso mantido pela força e violência estatal.

A burguesia brasileira é e sempre foi completamente submissa aos interesses estrangeiros, aliás, o sonho da elite brasileira, no passado era viver na Europa (voltar à Itaca), no presente, seria viver entre Miami e Nova York.

Eventualmente, ao longo dessa história (branca), houve algum surto de independência, de um grupo com visão nacional ou de libertação, foram sufocadas pelas forças no poder, a exemplo dos Quilombos, da Inconfidência mineira, da Confederação do Equador, da revoltas regionais, na Bahia, Rio Grande do Sul, Canudos. Nos tempos mais recentes, a revolta dos tenentes, a segunda fase do governo de Getúlio, depois Jango e mais próximo, o Golpe contra Dilma.

É diante desse destino, de não Soberania, que aqueles 8 anos, 2004 a 2011, de prosperidade, paz e inclusão social, foram apenas um grande ERRO. A verdadeira elite burguesa conspirou com os irmãos brancos dos EUA, para torpedear essa ousadia, como pensar num país com petróleo, com indústria, com educação para todos, com distribuição de renda, emprego e independência?

Zumbi foi atacado por bandeirantes (os milicianos da época), Tiradentes traído em Minas, Frei Caneca foi executado pelas forças portuguesas. As revoltas regionais todas massacradas por D. Pedro II, os tenentes foram perseguidos, Prestes, raramente teve liberdade em sua longa vida. Getúlio foi engolido pelo “mar de lama”, Jango mesmo não resistindo foi morto, Lula ficou 580 dias preso.

A Elite Burguesa, sua mídia, seus exércitos, suas milícias e seus quadros, teima em ser dependente, não importa para qual império prestarão vassalagem.

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: