Tchau Querido, Trump Caiu. Falta Bolsonaro!

Trump e queda do ultraliberalismo.

Brasil parece Inviável, o mundo mutante.

Há dois anos, me lembra o facebook, sobre esse texto, num momento extremamente difícil da minha vida pessoal, sem no entanto perder de vista a realidade do Brasil e do mundo. Escrevi que “para muito além da minha tragédia pessoal, o mais difícil de voltar ao país é lembrar de todos os lava jets, a maior farsa moderna”.

E disse mais: “Pior do que o Bozo, pois ele é um parto coletivo, da junção das jornadas de junho com a direita raivosa. A pauta moralista, do ladrão que grita “pega ladrão”, exemplos mil” Com 4 anos de atraso, a montanha pariu o rato, os moralistas de esquerda com os corruptos da direita, involuntariamente se uniram contra o vacilante governo petista, com todos erros, vai deixar saudades e uma lembrança de uma época especial”.

É claro que que não sou bom de previsões e não é este o objetivo, mas analisar tendência, então, objetei “o futuro é a paciência, tolerar as pautas estúpidas, esperar a virada, em breve. Nesse meio tempo, Ciro virará o ministro do SPC para salvar o governo Bozo (me cobrem), muitos isentões se revelaram, o que sempre foram.”

Sim, o Ciro não virou ainda não virou ministro do Bolsonaro, mas nesses dois anos foi mais à direita e alimenta mais ódio ao Lula e ao PT, quer de qualquer forma ser a alternativa de Direita, mas sendo condescendente com Bolsonaro, por tantas vezes aliviando e culpa o PT por “tudo isso” o tal “sejamos honesto”, como se ele fosse, honesto, inclusive, intelectualmente.

Insisto no que escrevi ali “temos que estudar, pensar as formas de resistências e construções, novos espaços políticos e totais, reerguer a esquerda, os partidos e a pauta de liberdades e de civilização. O mundo assiste aos últimos atos dos 10 anos de rumos de direita, uma nova grande crise de superprodução de kapital se aproxima, varrerá trumps, bozos da vida.

Bem, Trump, apesar da economia em alta, perdeu as eleições porque o radicalismo da extrema-direita passou a ser efetivamente do ponto, quando foi importante ao grande Kapital na recomposição da Taxa de Lucro, valia qualquer coisa, mas o monstro fascista te muita fome, portanto tem data de validade, depois ele passa a atrapalhar o seu criador, o Kapital.

O impeachment de Trump, já aprovada na Câmara, é um aviso claro que a aventura ultraliberal combinada com fascismo, vai chegar ao fim, fica o ultraliberalismo, aliás, Biden é um dos falcões que desmontou democracias, quando era vice do “santo” Obama. Agora visto como um conciliador, quem não o conhece, que o compre.

Repito, Bolsonaro, também vai pelo mesmo caminho de Trump, seu ídolo, talvez seu fim seja mais trágico, até mais radical do que a horda de malucos que invadiram o Capitólio. As aventuras fascistas no Brasil são sempre surpreendente, inclusive, no seu “fim”, pode haver um acordo de transição longa e gradual (de novo), sem nenhuma punição aos anos de excessos e irresponsabilidades da família Bolsonaro.

É ter paciência!

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

Manaus: O Horror dos Horrores de um Brasil Destruído.

sex jan 15 , 2021
Share this on WhatsApp Print 🖨 PDF 📄 eBook 📱 “Não Consigo Respirar” (George Floyd, Meninos de Paraisópolis, Povo de Manaus) Ontem será lembrado como o pior dia da Pandemia no Brasil, em Manaus a prova de que a Incompetência generalizada do (des) Governo Bolsonaro atingiu seu ápice. Há 11 […]

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: