Amanheci ouvindo velhas canções clássicas, em interpretações espetaculares, Unchained Melody e How Can You Mend a Broken Heart, com Al Green, Changes, com Charles Brandley e I’d Rather Go Blind, com Etta James, as potentes vozes negras,  jazz, soul music e a capacidade inventiva de recriar, improvisar, dão mais emoção […]

Arquivos