Pessoal do Ceará – Música e Saudade

 

Nos anos 80, adolescente, recém-chegado na capital, a linda Fortaleza (tantas vezes cantada neste blog), começou meu contato mais forte com as coisas da cidade grande, em particular com a cultura, naquela época em plena valorização dos cantores e artistas locais que alçaram voos mais altos, brilhando nacionalmente, como Ednardo, Fagner, Belchior, Amelinha, Rodger Rogério e Teti entre tantos outros.

As rodas de música e violão tanto no Colégio Oliveira Paiva quanto na Escola Técnica os nossos ídolos cantavam mais alto, era um orgulho saber do sucesso daquele pessoal que até outro dia cantava ali pertinho nos bares e festas, agora se agigantavam para muito além das fronteiras. Ali, matutamente, ia me enfronhando com as turmas e cantando bem baixinho para não atrapalhar, mas o mais importante era ouvir e ficar maravilhado com aquele último grupo, conhecido como “Pessoal do Ceará”.

A trajetória deles inspirava os artistas locais, na Escola Técnica, celeiro de grandes craques na música, dança e instrumentistas valorosos, faziam questão de homenageá-los, eram tardes e noites alegres embaladas por eles, inesquecíveis momentos, o peito cearense cala mais forte. Hoje, na música da Sexta, uma volta ao meu Ceará.

Fagner – Penas do Tiê

Imagem de Amostra do You Tube

Beira-Mar EDNARDO

Imagem de Amostra do You Tube

Ednardo, Amelinha e Belchior – Terral

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: