Agosto e Seus Fados

 

Papa Gregório recebe o novo calendário

Como hoje chegamos ao último mês de agosto, mês considerado como turbulento, certo ou errado, o “mês do cachorro louco”, o do “mau agouro”. Sempre há uma história, uma mania, superstição, em torno de Agosto, alguns eventos contribuíram, apenas lembrar o suicídio de Getúlio Vargas, a renúncia de Jânio Quadros, o desaparecimento de D. Sebastião, na batalha de Alcácer-Quibir ( até hoje Portugal sonha com a volta triunfal dele). A morte de Augusto, ocorreu no Sextilis, o nome anterior do mês. Absorto nestas reflexões, fui, por curiosidade, pesquisar as origens destes nomes.

 

Agosto, mês de Augusto César (Gaius Iulius Caesar Octavianus Augustus), efetivamente o primeiro Imperador Romano,  assim consagrado com o nome no calendário, logo após o Julho, de Júlio César, assim conversado, até nós, por séculos e séculos, sobrevivendo às reformas, grandes mudanças no mundo, mas que o inspirador império, nos legou, inclusive, no nome dos meses. Após a reforma geral proposta pelo Papa Gregório XIII, proposto em 24 de fevereiro de 1582, sendo iniciado em 15 de Outubro do mesmo ano, mas só se efetivou de forma ampla no Século XVIII, com a adesão da Inglaterra, ali, o maior império no mundo.

 

Numa rápida à wikipédia, temos uma explicação concisa dos nomes e significado dos meses, que passo a reproduzir abaixo, nomes estes inspirado no antigo calendário Romano, em sua duas versões. A primeira, conhecida como calendário de Rômulo, fundador de Roma, implantado em 753 A.C., a segunda, o calendario Juliano, criada por Júlio César em 46 A.C., alterado por Augusto em 8 D.C., sendo assim os devidos nomes e suas inspirações:

 

Meses do Ano (Fonte: Wikipédia)

  • JaneiroJano, deus romano das portas, passagens, inícios e fins.
  • Fevereiro: Februus, deus etrusco da morte; Februarius (mensis), “Mês da purificação” em latim, parece ser uma palavra de origem sabina e o último mês do calendário romano anterior a 45 a. C.. Relacionado com a palavra “febre”.
  • Março: Marte, deus romano da guerra.
  • Abril : É o quarto mês do calendário gregoriano e tem 30 dias. O seu nome deriva do latim Aprilis, que significa abrir, numa referência à germinação das culturas. Outra hipótese sugere que Abril seja derivado de Aprus, o nome etrusco de Vénus, deusa do amor e da paixão.
  • Maio: Maia Maiestas, deusa romana.
  • Junho: Juno, deusa romana, esposa do deus Júpiter.
  • Julho: Júlio César, imperador romano. O mês era anteriormente chamado Quintilis, o quinto mês do calendário de Rómulo.
  • Agosto: Augusto, primeiro imperador romano. O mês era anteriormente chamado Sextilis, o sexto mês do calendário de Rómulo.
  • Setembro: septem, “sete” em latim; o sétimo mês do calendário de Rómulo.
  • Outubro: octo, “oito” em latim; o oitavo mês do calendário de Rómulo.
  • Novembro: novem, “nove” em latim; o nono mês do calendário de Rómulo.
  • Dezembro: decem, “dez” em latim; o décimo mês do calendário de Rómulo.

 

 

Bem, depois disto, começo a dominar meus “medos” sobre agosto, mas é aquela frase: não creio em bruxas, mas, que exitem, existem….em agosto, então…

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: