TARIFAÇO – O Super aumento do Preço dos Combustíveis.


Aumento dos combustíveis elevará a inflação em ano eleitoral?

Há menos de um mês a Petrobras reportou um lucro líquido de 103 Bilhões de reais, destes 101 bilhões foram distribuídos aos acionistas privados, uma orgia de lucros de empresa estatal, sendo entregue privadamente ao mercado, com um detalhe sórdido, a guerra anunciada entre Rússia e Ucrânia que até um garoto do primário saberia do impacto no preço do petróleo.

Desde o GOLPE em abril de 2016 e depois com a posse do mega-especulador, Paulo Guedes no Ministério da Economia, no desgoverno Bolsonaro, voltou-se à época famigerada do governo FHC em relação aos preços dos combustíveis, alinhar os preços ao mercado internacional, mesmo depois de alcançada a autossuficiência na produção de petróleo, graças ao enorme esforço da Petrobras nas gestões petistas, com a descoberta e exploração do Pré-sal.

É preciso relembrar figuras tristes como Miriam Leitão, Carlos Sardenberg e outros, atacando Pré-sal, dizendo tratar-se de um embuste de Lula, mesmo depois da tecnologia nacional provar sua capacidade e atingir exploração em grande profundidade, o petróleo encontrado, foi e está sendo bombeado dia a dia, e corresponde a mais da metade da produção nacional.

O pré-sal é um dos itens fundamentais de SOBERANIA que foi atacado pela lava jato, a criminalização do PT se deu exatamente os ataque à indústria Petroquímica, nomeadamente contra a Petrobras, a maior empresa brasileira, que ganhava músculos internacionais.

A loucura e o método lavajatista não era para SALVAR a Petrobras contra a “corrupção”, mas servir aos interesses privados, especialmente dos EUA, de torpedear a grande empresa brasileira, aquela que distribuiria metade dos seus lucros para Saúde e Educação, como tinha sido aprovado em lei, revista e enterrada.

Mesmo com a lavajato no ataque feroz, a Petrobras sobreviveu e não foi destruída, mas está sendo vendida em lotes, perdeu o controle sobre o Pré-sal e não tem mais autonomia em determinar preços dos combustíveis. Durante a pandemia, por exemplo, quase que semanalmente os preços aumentavam nas bombas, o que, significativamente se refletiu na inflação de mais de 10%, o importante é garantir os especuladores e abutres do mercado.

A situação agora é caótica com o preço internacional do barril de petróleo aumentado assustadoramente, o governo Bolsonaro, em ano eleitoral, quer subsidiar os preços, usando parte dos impostos dos estados e municípios, para continuar garantido os assombrosos lucros de acionistas, que não investem na Petrobras, ao contrário, especulam contra ela, nos EUA, abriram um processo com os documentos da lavajato (Crime de lesa-pátria) que redundou em indenização de mais de 10 bilhões de dólares (55 bilhões de reais).

A inflação na casa de 10% e subindo, agora pegou mais um foguete, com o aumento: óleo diesel, em 25%, Gasolina, em 20% e gás de cozinha, em 16%. Um governo que interessa apenas ao grande capital, nenhum compromisso com o povo.

Importante relembrar que o MPF, os “defensores” da Sociedade (Anônima?), que processou a Graça Foster e Mantega, no governo Dilma, por não aumentarem o preço dos combustíveis. Hoje, o MP, vai condecorar Bolsonaro por entregar 98% dos lucros da Petrobras para acionistas e por promover esse Tarifaço, isso protege os acionista privados e seus lucros, e F…o Povo!

O povo pagará a conta, num governo entreguista.

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: