Arnobio Rocha Filmes&Músicas Jorge, o Ben, o Jor, o amor e a alegria!

2281: Jorge, o Ben, o Jor, o amor e a alegria!


O espetacular Jorge Benjor, show de 1972.

Encontrei meio por acaso, no Youtube, um show, ou uma gravação para um programa ao vivo do gênio Jorge Ben(jor), em 1972, uma seleção incrível de hits que ele trabalhou e retrabalhou em quase 60 anos de sua brilhante produção musical, sua voz e balanço, com poucos instrumentos, um ar intimista, mas de alto som e qualidade para dançar.

1. Fio Maravilha
2. Mas Que Nada/Nena Nana
3. Por Causa De Você, Menina
4. Que Maravilha
5. O Circo Chegou
6. Hino Do Flamengo
7. País Tropical
8. Domingas
9. Quem Cochicha O Rabo Espicha

É uma mistura de swing, samba, Soul, macumba, batida e uma poesia que encanta, uma ode ao futebol, maracanã e gol:

Foi um gol de anjo, um verdadeiro gol de placaQue a galera, agradecida, se encantavaFoi um gol de anjo, um verdadeiro gol de placaQue a galera, agradecida, se encantava

As declarações de amor ao samba, as mulheres, ao Rio

Todo mundo lhe espera
Lhe espera pra brincar
Todo mundo lhe espera
Lhe espera pra sambar
Toda gente está feliz

E a parceria paulistana com Toquinho, numa das mais belas canções para um amor que nunca aconteceu, mas que ele imaginou apenas por um olhar na rua, entre chuva e bancários

Lá fora está chovendoMas assim mesmo eu vou correndoSó prá ver o meu amorpois Ela vem toda de brancoToda molhada linda e despenteada, que maravilha

Não faltou a bela recriação do hino do Flamengo, uma ode ao clube mais popular do Rio de Janeiro, o enxerto do Fla x Flu, para homenagem de onde nasceu e jamais se desgrudaram.

Nos Fla-Flus é o “ai, Jesus”!
Eu teria um desgosto profundo
Se faltasse o Flamengo no mundo
Ele vibra, ele é fibra
Muita libra já pensou
Flamengo até morrer eu sou

Uma declaração de amor ao Brasil, especialmente ao Rio de Janeiro, a felicidade de ser um país tropical, cheio de alegria e carnaval, a mistura de futebol e ruas, com todas as cores:

Moro num país tropical, abençoado por DeusE bonito por natureza (mas que beleza)Em fevereiro (em fevereiro)Tem carnaval (tem carnaval)

Os dias, o início e o fim, domingo e Domingas sua musa e amor, em letra e versos:

Meu doce amor, DomingasMinha esperaO meu caminhoMinha inspiraçãoA minha primaveraPois você é minha

Fecha com a irreverente e alto astral:

Quem cochicha o rabo espichaO rabo espicha, o rabo espicha
Ô, não fique esperando o que Jesus prometeu (Jesus prometeu)Porque ele também está esperandoQue você tome vergonha na cara (Vergonha na cara)E saia por aí pelo mundo aforaFazendo amizades, conquistando vitórias
Imenso, Jorge!

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

1526: Chernobyl1526: Chernobyl

Share this on WhatsAppAcabei de assistir ao perturbador seriado Chernobyl, da HBO, dirigida por Johan Renck, com um excelente elenco, reconstituição de uma época perfeita, roteiro extremamente bem elaborado, tema dos