O Histórico Jantar da “Concertação” do Brasil?


Lula, Alckmin, Haddad, Marta Suplicy, entre tantos e importantes presenças do jantar do Grupo Prerrogativas.

Ontem, dia 19 de dezembro de 2021, houve um jantar histórico, do Grupo Prerrogativas, que tende a ser lembrado como um alto momento da política brasileira.

Naquele restaurante fino e caro da classe média alta paulistana, poderá ser um daqueles momentos em que se vira o fio da história, passa-se de anos seguidos de derrotas e esmagamento político, para um outro patamar de luta democrática e de uma “concertação” do Brasil.

Carregado de simbolismo e de presenças de pesos pesados da política nacional, governadores, prefeitos, senadores e deputados, tanto do campo da esquerda, com Lula, Gleisi e parte do PT à frente, figuras importantes do PC do B e quadros ligados aos progressistas, especialmente no meio jurídico, em que se respirou política e democracia.

O centro e a Direita estiveram presentes, com maior destaque para o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, cotado para ser o companheiro de chapa de Lula, nas eleições presidenciais que se avizinham. Os articuladores desse campo como Gilberto Kassab, Marta Suplicy e Artur Virgílio ficaram no mesmo ambiente dos possíveis candidatos.

O momento grave do país, sem presidente, a primeira cadeira é ocupada por um celerado, uma aberração da política, que apenas a loucura dos últimos anos poderia explicar, como se mergulhou tão fundo numa ruptura, mesmo quando o país não estivesse tão mal na economia, apenas uma extrema manipulação de corações e mentes, levou a esse resultado insólito.

As instituições e os direitos fundamentais foram atacados de forma avassaladora, a perda da qualidade de vida, a alta da inflação, a miséria e a fome, é a ponta mais visível do iceberg, o que se gestou de destruição do Estado, levará anos para conserto, a conta altíssima é paga dia a dia, inclusive, por aqueles que patrocinaram essa aventura, essa bad trip.

O jantar se torna histórico porque foi capaz de juntar tanta gente importante, puxado por um grupo de juristas, Prerrogativas. que foi fundamental no combate à lava jato, ao ativismo político do judiciário, partes fundamentais no projeto de quebra do país, de sua Soberania e de sua capacidade Econômica e presença no cenário mundial.

O Brasil entrou na Barbárie, é fato inconteste, pelos índices negativos da Economia, pelos milhões de desempregados, pelos mais de 620 mil mortos com a Pandemia, pela Fome e pela miséria. É preciso dar um basta, discutir e unir as forças políticas por um Pacto Civilizatório, não apenas uma costura de campanha, de uma chapa, mas de um compromisso com a história e pela devolução de Direitos e dignidade, mesmo que ninguém tenha dito nos discursos, pelos Direitos Humanos.

O Grupo Prerrogativas está de parabéns pela iniciativa, pela agenda apresentada e por ser o indutor desse jantar. Muitas outras tarefas estão para ser levadas em frente, as disputas por programa, por narrativas e na defesa da vida, dos mais vulneráveis, começando pela arrecadação de fundos contra a fome urgente, mas com a perspectiva de organização e luta pelos direitos fundamentais.

Há um longo caminho para ser percorrido, independente do calendário eleitoral.

LUTEMOS!

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: