19 Meses sem seus olhos…

Saudades, saudades

São 19 meses, mas meu coração parou às 13:41 daquele 18.11.18.

Há um coração e um cérebro, paralelos, que me mantém vivo e respirando, uma vida que não é a mesma, uma realidade que me faz continuar, seguir, sabe-se lá para onde.

Escrevo aqui para Letícia, para cantar seus feitos, sua doçura, para que me lembre que há humanidade, que não me perdi, de alguma forma ela me fez viver, de que tenho o que dizer, não para angariar dó, pena, ou para ouvir apelos, nada disso, o que faço é para mantê-la comigo, ou estar com ela.

Hoje, apenas saudade imensa. Nada mais.

Te amo até meu último suspiro, depois dele, tudo estará aqui declarado.

 

 

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

Chico Buarque, o Grande Brasileiro.

sex jun 19 , 2020
Share this on WhatsApp “E tropeçou no céu como se ouvisse música E flutuou no ar como se fosse sábado” Ora, se Milton Nascimento desafia a lógica com sua voz, que tantas vezes me faz pensar que se existissem anjos, eles teriam a voz de Milton. Com Chico Buarque a […]
%d blogueiros gostam disto: