O Novo Sempre Vem, É a nossa Esperança.

2
Janus - O novo sempre vem. ( Janus - Busto do deus, museu do Vaticano)
Janus – O novo sempre vem. ( Janus – Busto do deus, museu do Vaticano)

“Deixe de lado esse baixo astral
Erga a cabeça enfrente o mal,
Que agindo assim será vital para o seu coração,
É que em cada experiência se aprende uma lição”

(Conselho – Adilson Bispo / Zé Roberto)

Sim, esse foi um duro ano, não sei se o mais complicado de minha vida, mas com certeza um dos mais difíceis que já enfrentei. É uma benção estarmos chegando vivos e com alguma lucidez ao seu final. Por todos os ângulos em possa olhar, sempre encontro a crueza desses dias, sinto as dores da minha filha, a doença de meu pai, isso apenas no lado estritamente pessoal.

Também é o ano que as bestas-feras fascistas mostraram suas garras publicamente, os ovos da serpente, do ódio, tidos em 2013, chocados em 2014, vieram à luz, nesse ano. Até as verdades mais simples, aparentemente já pacificadas, foram todas violentamente atacadas por essa horda de canalhas e brutos, que ser arvoraram no direito de ferir a nação com sua estupidez e selvageria, uma onda de ignorância jamais vista.

Chegou-se, a determinado momento, a duvidar-se de que a terra era redonda, pois os filhotes das trevas medievais, não aceitam NENHUMA verdade científica, com seu criacionismo repugnante, seu reacionarismo atávico. Por quase todos os meses competiam na internet e nos locais públicos para ver o quanto mais idiotas poderiam se tornar. Pessoas que considerava lúcidas, mas que conseguiram entrar nesse maremoto imbecilizante, uma tristeza.

O mais difícil, para mim, foi resistir a tantos dardos certeiros, no corpo tão debilitado, a mente cansada de tantas pancadas. Foi preciso reforçar o espírito, filtrar todos os males, afastar-me das polêmicas mais grossas, improdutivas e destrutivas, pois não daria conta desses embates doentios, pois invariavelmente a estultice se faz de vítima, quando exposta.

Como tão bem diz a letra do samba acima, vamos deixar de lado o baixo astral, que Janus nos mostre a outra face vindoura, que a velha fique para trás, com o ano vencido, que nos aponte um ano melhor, uma perspectiva mais positiva, reacenda nossas energias, vibrando com força e alegria nosso ser. Acreditar que ao erguer a cabeça possamos enfrentar o mal que nos rodeia, que saíamos vencedores dessa situação pantanosa.

Assim, que o ano que se avizinha nos encha de esperança e paz, principalmente de espírito.

“Tem que lutar
Não se abater
Só se entregar
A quem te merecer
Não estou dando nem vendendo
É como o ditado diz
O meu conselho é pra te ver feliz”

Jorge Aragão – Conselho

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

2 thoughts on “O Novo Sempre Vem, É a nossa Esperança.

  1. Obrigada por nos conceder a oportunidade de ler mensagens sensatas e reflexivas. Que 2016 seja mais leve para todos nós. Que o ódio ceda espaço à tolerância, à fraternidade à paz e que o amor viceje em nossa sociedade.
    Grande abraço.

Deixe uma resposta

Next Post

O homem que (não) amava os cachorros

qui jan 21 , 2016
Share this on WhatsApp “Ao triste, que varado expira chamas, Num torvelinho em rocha aguda o crava” (Eneida – Virgílio) Bom dia, bom ano novo, a cada dia mais distante desse caminho, porém ainda estou por aqui, mesmo que parecesse que tinha sumido, ainda visito esse blog, nem que seja […]
%d blogueiros gostam disto: