Jon&Vangelis

 

Jon Anderson e Vangelis no Estúdio Nemo nos anos de 1980.
Jon Anderson e Vangelis no Estúdio Nemo nos anos de 1980.

Durante os anos de 1980, o músico grego Vangelis (Evángelos Odysséas Papathanassíu) fez muito sucesso no Brasil, e no mundo, com um estilo de música que bebia no Rock Progressivo, mas que depois, genericamente, de denominou “world music” e por fim “New Age”. 

No início dos anos 80, Vangelis fez grande parceria com Jon Anderson, ex-vocalista da banda Yes, que foi nos anos de 1970, ao lado do Pink Floyd, a grande representante do Rock Progressivo, que além de Jon, teve ainda Rick Wakeman,  Chris Squire(baixo), Tony Kaye (teclado), Peter Banks (guitarra) e Bill Bruford (bateria) .

Vangelis fez bastantes trilhas sonoras para o cinema vencendo Oscar com trilha de Chariots of Fire (Carruagens de Fogo). Da parceria com Ridley Scott fez a trilha de  Blade Runner, depois as músicas do filme Cristóvão Colombo1492: Conquest of Paradise (1492 – A Conquista do Paraíso).  Fez ainda a música da série da  Cosmos de Carl Sagan. Em 2001 trabalhou com Oliver Stone em Alexandre. 

Uma obra muito vasta e rica, destes grandee artistas. Na música de sexta, selecionei as músicas que ouvi tantas vezes e ainda ouço de Jon&Vangelis ( músicas de Vangelis, da trilha sonora de Blade Runner, já ouvidas aqui no post Blade Runner e a Trilha Sonora de Vangelis ).  A grande parceria, o vocal de Jon Anderson e os teclados mágicos de Vangelis, no encantam até hoje.

Grande fim de semana a todos.

Jon Anderson & Vangelis – Deborah

Jon & Vangelis – Polonaise

Jon and Vangelis – I Hear You Now

 

 

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

Deixe uma resposta

Next Post

Declaração de Princípios sobre a Barbárie nas Redes Sociais.

seg Maio 5 , 2014
Share this on WhatsApp Vou começar pelo fim, este artigo: Por acaso se você se identificar com estes valores da barbárie humana, por favor, exclua-me de suas redes sociais, não me fará falta alguma.É impossível manter qualquer relação de respeito ou amizade com intolerantes. O convívio democrático tem limite no […]
%d blogueiros gostam disto: