500 Aventuras

 

500 Estão todos aqui

 

Bem, chegamos ao post de número 500, é uma baita vitória, uma pequena obra, que me orgulha, que tenho certeza que agrada aos meus amigos. De certa forma, este blog, já ocupa um espaço importante nas redes sociais, pois busca fomentar o debate, apresentar ideias, intervir nos campos que nos propomos, com conteúdo e originalidade. O blog ultrapassou em muito o seu projeto inicial, como os  números de posts dos diversos vetores que foi se abrindo, naturalmente, os temas se sucedendo como num crescente,expressa, hoje, uma maturidade do que penso sobre estes temas tão variados:

 

O compromisso inicial continua de pé, as variações dos temas, as divisões criadas para facilitar na hora de escrever e facilitar aos que recorrem aos temas foi sendo descoberto aos poucos, chegamos na configuração atual, no futuro faremos mais ajustes, talvez mudando o layout ou a forma de apresentação, depende tempo e capacidade criativa, os programas são fechados, não permitindo uma certa liberdade para criar, então vou adaptando como os limites que permitem. Também descobrindo como funciona as ferramentas.

 

As mudanças de conteúdo são as mais densas e que amim, mais interessam, o maior salto sem dúvida foi dado com a série Crise 2.0, como já falei anteriormente, surgiu quase por acaso, agora completa um ano, com  186 artigos, uma rica radiografia da maior crise do capital desde 1929, que ainda é tão subestimada no Brasil, talvez por não termos entrado diretamente nela, seus feitos aqui ainda não são sentido com tanta intensidade. Escrever sobre Economia Política, com  corte marxista, não é fácil, ler, reler os vários veículos do capital, filtrar as mensagens e dá uma nova roupagem é uma tarefa gigante.

 

Com o tempo foi ficando mais fácil, mas é um duro aprendizado. O tema Crise 2.0, ultrapassa as fronteiras, pois põe na ordem do dia a Política, tanto no aspecto conjuntural, geral ou local, quanto no plano estratégico. As novas tarefas que surgem, as alterações radicais no Estado, sua quase completa falência, enquanto continuamos com uma agenda(tática) de pedidos ao Estado/Governo. O coração do Capital, ainda tem como centro os EUA, Japão e Europa, mas a cada dia incorpora países, antes periféricos como China, Índia, Rússia e Brasil, que se apresentam como as novas fronteiras da acumulação capitalista, nas palavras de Delfim Neto ” O Brasil é o Peru que ainda tem farofa”.

 

O blog cresceu muito nas Reflexões, nos meus processos internos, nas minha dores, afirmações, conflitos, desaguei aqui tudo aquilo que me aflige. Os meus desejos estéticos, meus filmes, músicas, livros, também ganharam mais espaço, fazendo parte desta aventura. A mitologia grega, que foi fonte inicial do blog, recebeu vários artigos, um tema que é tão caro, que preciso de mais tempo para voltar a escrever, pelo menos como gostaria.  Enfim, é este conjunto de coisas e temas que chegamos aos 500 posts, vamos dobrar mais uma marca.

 

Por enquanto, obrigado, me aguentem um pouco mais.

 

Imagem de Amostra do You Tube

0 thoughts on “500 Aventuras”

  1. Parabéns, Arnobio!
    Aliás, obrigada por compartilhar tal conteúdo relevante!
    Só posso desejar: rumo ao post 1000, pra começo de conversa! ;-)
    abraços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: