A Crise teve seu epicentro nos EUA, com a superprodução de Capital em 2005, mas seus efeitos malignos só foram plenamente sentidos em meados de 2007, com as primeiras quebras dos bancos que financiavam as grandes hipotecas, atingindo o ápice das quebras em setembro de 2008 com o Lehman […]