Ilíada – Ficha de resumo(1996)

ILíADA

Autor: Homero

Tipo: Poema Épico

Tema A ira de Aquiles, a vingança dos Deuses e a reconciliação

Resumo: trata-se da Guerra de Tróia, mas particularmente do nono ano de cerco da cidade pelos Gregos.

 

Dados anteriores ao conflito:

 

A disputa por Helena

 


Segundo fragmentos do livro Cíclicos, Helena, filha de Zeus com a mortal Leda nasceu com uma incrível beleza e quando adolescente vários príncipes disputaram seu amor saindo-se vencedor Menelau, príncipe da Lacedemônia, ao tomá-la como esposa, ele conseguiu que todos os outros concorrentes se comprometessem a sempre defender a honra e a casa de Helena.

A escolha de Páris

 


Em Tróia governava Príamo , ele teve 50 filhos com Hécuba,porem ao nascer Páris uma profecia ligava-o a destruição de Tróia ele acabou sendo criado por camponeses sem saber que era filho do rei . Ele se tornou por acaso juiz de uma disputa entre Afrodite, Hera e Palas Atenas, sobre qual delas seria mais linda. Cada uma prometeu um presente se a ela escolhesse ,porém ele se inclinou pelo presente de Afrodite,que era,o amor da mulher mais bonita do mundo ou seja de Helena.

O rapto de Helena

Cumprindo a promessa Páris, primeiro foi aceito em casa por seus pais apesar da profecia e, depois partiu em viagem à Grécia. Ele vai a cidade de Esparta ,lá aproveitando-se da ausência de Menelau seduziu Helena,segundo alguns,já outros opinam que ele a seqüestrou simplesmente. Eu, particularmente penso que ele a seduziu, pois com a ajuda de Afrodite, deusa do amor, parece-me mais obvia a sedução, o certo é que ele a levou consigo para Tróia e tomou-lhe como esposa. Ao retornar Menelau convoca todos os príncipes que estavam a ele preso pela palavra e em assembléia elegem Agamêmnon como comandante em chefe das tropas Gregas,e,partem rumo a Tróia para famosa batalha.Ha vários episódios anteriores ainda ao cerco de Tróia,que valeriam ser citados,mas não e objeto deste estudo.

O Livro

A Ira de Aquiles

 


A história começa exatamente após o saque a cidade do rei Crises, como espolio deste saque Aquiles toma para si à bela Briseide, filha do rei, porem, Agamêmnon, usando do poder de comandante em chefe não cede a posse da escrava a Aquiles e determina que ele seja o legítimo senhor dela. Aquiles, o principal herói Grego participante da guerra, também o mais forte, não aceita passar por tão grande humilhação e convoca assembléia. Nesta,Agamêmnon confirma sua decisão e Aquiles iracundo resolve abandonar o cerco deixando os Gregos desfalcados de seu mais poderoso guerreiro

Aquiles, queixa-se com sua mãe a deusa Tétis, que vendo a humilhação de seu filho sobe ao Olimpo,e pede a Zeus que castigue aos Gregos por sua atitude.Zeus atende ao seu pedido e a guerra toma um novo rumo, isto ocorre no inicio do décimo ano do cerco a Tróia.

Ao recomeçar o combate, pouco a pouco os Troianos vão vencendo e depois de nove anos de cerco eles se arriscam a combater fora das muralhas, chegando mesmo a empurrarem os Gregos para próximo de seus navios. Com esta grande ofensiva Troiana, Agamêmnon, reconhece seu erro ao desprezar a força de Aquiles e sugere uma Embaixada para parlamentar com ele e oferecer-lhe Briseide e a promessa de casamento do filho de Aquiles,Neoptélemo,com Ifinassa, sua filha.

A Embaixada de Néstor

A Embaixada leva as ofertas a Aquiles que recusa redondamente e revela-lhes que seu destino já esta traçado com duas alternativas:a primeira seria lutar ao lado dos Gregos e morrer nos combates cedo ou tarde e ser eternamente herói, ou a segunda ir- se de volta à Ftia e viver por longos anos. Ele antes escolhera a primeira alternativa, mas depois da humilhação que sofrera/estava por decidir-se pela segunda.

Com o fracasso da Embaixada os Troianos vão avançando cada vez mais até encostar os Gregos contra seus navios chegando, inclusive a queimar-lhes duas naus em encardecidos combates.

 

Pátroclo e as Armas de Aquiles


Nestor,um dos mais sábios líder Grego convence a Pátroclo,o melhor amigo de Aquiles,a apelar-lhe para que volte ao combate, senão pelo menos ele, Pátroclo, pedir as armas de Aquiles e lutar para evitar a derrota dos Gregos. Pátroclo faz um apelo apaixonada, mas Aquiles recusa, no entanto concede que ele use suas armas para ajudar a afastar os Troianos dos navios Gregos,e ainda aconselha para que ele não vá alem da planície Troiana, pois se ele se arriscar a tentar combater junto às muralhas poderá lhe ser fatal.

Dito isto, Pátroclo veste as armas de Aquiles e vai ao combate. Os Troianos ao virem às armas reluzentes de Aquiles amedrontam-se e partem em retirada atabalhoada, o que faz com que Pátroclo e os Gregos avancem rumo à muralha, empolgado com o combate,ele esquece-se do conselho de Aquiles e vai matando Troianos e se aproximando das muralhas, porem seus elmo é levantado no combate e revela-se que não era Aquiles. Ao perceber isto -Heitor, o grande herói Troiano parte para o combate singular e mata Pátroclo.

 

Aquiles x Heitor



A notícia da morte de Pátroclo logo chega aos ouvidos de A
quiles que arrasado com o fato decide-se por entrar novamente no combate, não por amor aos Gregos e sim para vingar o amigo morto. Com a ajuda de sua mãe, a Deusa Tétis, ele tem novas armas fabricadas pelo Deus ferreiro,Hefesto, que forja com perfeição estas novas armas. Aquiles volta de forma arrasadora ao combate com extrema violência vai matando a todos Troianos que encontra a sua frente até chegar frente a frente a Heitor,que ele tanto buscava enfrentar, o combate entre os dois se dar de forma particularizado, pois reúne os dois mais fortes guerreiros desta guerra,os dois campeões de seus povos. Iluminado pelos deuses Aquiles chega à vitória e leva para sua cabana o corpo de Heitor para que este seja comido pelas aves sem direito as ritos fúnebres, que significava não ida da sua alma ao Hades.

A última parte deste livro é justamente o momento em Aquiles leva o corpo de Heitor par sua tenda com o propósito descrito acima. Porem, para surpresa de todos o velho Príamo, rei de Tróia vai à tenda de Aquiles pedir o corpo do filho. Juntos, protagonizam uma das mais bela cenas da literatura: o rei de joelhos pedindo ao grande herói Grego o direito de fazer os ritos de seu filho, este por sua vez espantado esquece suas mágoas pega as mãos do rei e ambos discutem sobre o destino de cada um. Assim finda a grandiosa ILÍADA.

Dados posterior ao livro


Em alguns cantos da Ilíada, Homero antecipa o que acontecerá a Tróia, como será a vitória Grega. Resumidamente, passa-se da seguinte forma.Após a morte de Aquiles,ele recebeu uma flechada no seu único ponto vulnerável,o calcanhar. Então Odisseus e Diomedes, fazem um plano bastante astucioso, que é aprovado por todos. O plano era o seguinte: eles construiriam um grande cavalo de pau colocariam em seu interior um grande número de guerreiro e, depois o restante entraria nas naves e fingiriam uma fuga. Eles contavam que os Troianos percebendo a “fuga” Grega,sairiam das muralhas e levariam para dentro o “presente”, já no interior da cidade enquanto os Troianos estivessem comemorado os guerreiros esperariam até eles chegassem a embriagues,então eles sairiam do interior do cavalo e matariam aos troianos,abririam os portões para o restante das tropas Gregas executassem a pilhagem.

O cavalo de Tróia

Os Gregos executam o plano, constroem o cavalo, depois fingem a fuga. Os Troianos ao perceberem que a armada Grega partira, saem de suas muralhas e vão à praia para comprovar a fuga, ao depararem com o cavalo eles a principio desconfiam, depois não imaginando o perigo decidem levar o presente para dentro da cidade. Lá eles realizam uma grandiosa festa de agradecimento aos deuses por sua vitória. Depois de muito beberem e libarem,eles são surpreendidos com a abertura do ventre do cavalo e de lá a saída dos guerreiros Gregos.Estes não encontraram grande resistência e logo abrem os portões de Tróia, que é saqueada,tendo todos seus homens sido mortos e mulheres tornadas escravas dos Gregos.O retorno a Grécia é descrito pela Odisséia,que é a história especifica do retorno de Odisseus mas nos dar informações do destinos dos principais guerreiros.Já na Eneida,esta,obra de Virgílio,poeta Romano,ele discorre acerca da fuga do único sobrevivente Troiano, Enéias, que será um dos fundadores mítico de ROMA.

 

11 thoughts on “Ilíada – Ficha de resumo(1996)”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: