“Achados felizes da loucura; a razão saudável nem sempre é tão brilhante” (Hamlet – W. Shakespeare) As palavras caem e aparecem na tela do computador e sem que precise de muitos esforços para sequencia-las, dando um sentido mais lógico, assim se revela meu método de fazer/escrever. Há estes momentos criativos […]

1

“I held the blade in trembling hands Prepared to make it but just then the phone rang I never had the nerve to make the final cut” (The Final Cut – Pink Floyd) Daqui uns 20 dias vencerá meu contrato de hospedagem do blog, depois de 11 anos, 1708 posts, […]

“Veja o sol Dessa manhã tão cinza A tempestade que chega É da cor dos teus olhos Castanhos” (Tempo Perdido – Legião Urbana) Lá fora faz um frio miserável, exagerado para o outono, prenúncio de inverno frio, os dias estão mais cinzas, assim como meu (mau) humor de 64 dias […]

“Se é querer do Olimpo, Venha quem traga o preço e o corpo leve.” (Ilíada – Homero) Há bilhões de textos escritos em milhares de formatos, bombardeando nossos computadores, celulares, tablets, causando uma tremenda confusão mental, pior não nos dando nenhuma chance de ler, ou saber qual o valor real […]

“Olá, tudo bem?” (A fala inconfundível de PHA)  Penso que o Conversa Afiada seja o único portal da mídia alternativa em que não publiquei ou foi republicado textos meus, nem sei bem a razão, arrisco dizer que seja, talvez, por Paulo Henrique Amorim ser sempre autoral, o que fez dele […]

“She’s got eyes of the bluest skies As if they thought of rain I hate to look into those eyes And see an ounce of pain Her hair reminds me of a warm safe place Where as a child I’d hide And pray for the thunder And the rain To […]

3

“A felicidade corre sem parar Bela é uma cidade velha” (Frenesi – Petrucio Maia, Fausto Nilo e Ferreirinha) As redes sociais criaram uma superabundância de textos, ou textões, sem entrar no mérito deles, nem na qualidade, nem mesmo a quantidade de repetições/plágios. O que nos perguntamos é se vale continuar […]

“Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande” (Fernando Pessoa) Esse blog bravamente resiste ao assédio do fim tem pelo menos uns três anos, meio que vou levando, na verdade, ele morreu como fonte […]

5

“Meu talento inato não pode falhar E com a brisa do Jardim eu hei de voar.” (Ulysses, James Joyce) Nesse janeiro estou completando três anos de muita pancadaria em todas as frentes (Pessoal, Profissional, Política e Intelectual). Todas, nada passou impune, absolutamente, nada. São situações que qualquer um sucumbiria facilmente, […]

“…que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós”. (Manoel de Barros , Memórias Inventadas: A Segunda Infância.) Sempre tive um sonho de escrever, […]

1

“Curei nos homens a preocupação da morte. (…) Alojei neles as cegas esperanças” (Prometeu Acorrentado – Ésquilo) No fundo apenas nos repetimos e repetimos os nossos roteiros, ainda que de vez em quando trocássemos algumas palavras, sem muito compromisso com os que não leram antes, nem irão perceber a mesma […]

Noturno (Puntetta della Chriciera Piotr Topperzer © Piotr & Co)“Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, Do que sonha a tua filosofia” (Hamlet – Shakespeare) Os mistérios da existência humana ganham algum sentido (será que realmente há?), apenas quando conseguimos nos abstrair do nosso cotidiano opressor e refletimos […]