2105: Irmãos, quase gêmeos!


Minha amada irmã, quase gêmea.

Para o azar da biologia, não tenho uma irmã gêmea, entretanto, com um intervalo de 1 ano, 2 meses e 7 dias, nasci e quis a história e a vida que tenha uma irmã de tão igual, somos gêmeos, Maria Benedita, comemora hoje seu aniversário, o que faz com que sinta a mesma felicidade como se fosse também o meu dia, se realmente não o é.

Obviamente, ela é muito melhor e maior do que eu, além de ser mais bonita, doce, generosa e companheira. Para minha sorte, ela me aceita como gêmeo, dividindo um pouco de suas imensas realizações pessoais, profissionais e conquistas de vida.

Minha amada irmã, para sermos mais próximos ainda, fez Telecomunicações na antiga Escola Técnica Federal do Ceará (ETFCE), ao mesmo tempo fazia Engenharia Elétrica na Universidade Federal. Concluí o curso antes que ela, vim embora para São Paulo em 1989, mas Benedita fez mais, em 1991, se tornou professora da ETFCE, que virou CEFET e depois IFCE.

A carreira dela foi brilhante, professora doutora, gestora, chefe de departamento, fez mestrado e doutorado, professora titular e uma respeitada acadêmica durante os quase 30 anos em que lutou e viveu o dia a dia de nossa eterna ETFCE, mesmo mudando de nome e de ensino médio para superior, será sempre nossa “escola” e Benedita honrou sua vida lá.

Nossos filhos e filhas, são partilhados como irmãos, como fomos a vida toda, nossa proximidade e identidade, são transmitidos para os nossos descendentes, nossos cônjuges, nasceram na mesma data, 18 de janeiro, em mais uma coincidências da vida, que pode não ser mero acaso.

Minha irmã, te amo todos os dias, desde quando tive alguma consciência do que é a vida, e espero que seja assim até a eternidade.

 Save as PDF

Deixe uma resposta

Related Post

318: Ethos318: Ethos

Share this on WhatsApp   Sem embargo, é verdade que muitas vezes dizemos as frases certas para pessoas erradas, ou as frases erradas para pessoas certas, estas antinomias, povoa meu

%d blogueiros gostam disto: