Viver como um ato de Rebeldia.

Viver como um ato de Rebeldia.

“Do homem primeiro canta, empírea Musa,
A rebeldia — e o fruto, que, vedado,
Com seu mortal sabor nos trouxe ao Mundo
A morte e todo o mal na perda do Éden” ( Paraíso Perdido – John Milton)
 
Diante de todos os males que nos atingiram ultimamente, aqui não estou me refirir aos meus fantasmas aqueles que doem na alma e de família. Declaro, sem embargo que,  nesses últimos anos, o ato de viver com dignidade e esperança é um Ato de Rebeldia.
 
Celebro a capacidade daqueles que não aceitam se curvar e mantêm a cabeça erguida, a espinha ereta, sem se deixar vencer pelo pessimismo, desespero ou cair no cinismo, típico desses momentos de rupturas sociais, políticas e pessoais. A resistência interna, a força mental, sem dúvida, é o que nos guia sem baixar a guarda, sempre carregado com mais energia e sensibilidade.
 
Pois nada está fácil, nada mesmo, precisa-se de muita coragem para seguir em frente, acordar e levantar com força e destemor, ao que pese o medo de perder emprego ou da falta de oportunidade para aqueles que já não tem emprego. Somos provados dia a dia, no trabalho, nas ruas e na sociedade, as constantes provocações recebidas pelo que pensamos e defendemos com honradez e verdade.
 
Hoje se enfrenta todos os tipos de golpistas, em especial aqueles que querem sequestrar a Democracia e a Liberdade, com o poder de sua mídia, reforçados por uma horda de zumbis das redes sociais. Entretanto, a cada dia, vai se revelando o  verdadeiro caráter  desses calhordas, principalmente daqueles mais exaltados “contra a corrupção”, no fundo para esconder quem são e o que fazem de verdade, os exemplos se multiplicam.
Perseverar, olhar para frente, ter amor no coração em cada instante de nossas vidas e lutas, sem se contaminar por ódios ou atos indignos.
Sigamos.

Disturbed – The Sound Of Silence

Imagem de Amostra do You Tube