Os Vingadores

 

 

No post anterior, HQ Marvel , mostrei minha relação histórica com os HQs em particular com os da Marvel, também lembrei dos vários filmes baseados neles que foram produzidos para o cinema. Em particular, nos últimos anos um conjunto de adaptações foram lançadas visando chegar à série “Os Vingadores”. Os dois filmes do Homem de Ferro com Robert Downey Jr, que foram excelentes, a figura do ator tornou o filme mais célebre, o que fez aumentar as expectativas para o grande filme que se anunciava.

 

Ano passado, Capitão América (com Chris Evans) e Thor foram lançados. Como já falamos antes, o primeiro foi um primor de adaptação, talvez a melhor de HQ já feita, eu pensava que a Batman, Cavaleiro das Trevas, era insuperável, me enganei, pois a do Capitão América realmente é muito bem feita. A versão do Thor, para mim, não justificou um filme autônomo, pela qualidade do filme, bem abaixo dos demais. Também não considero os dois filmes do Hulk, como preparação aos Vingadores, prova disto foi a troca de ator que interpreta David Banner.

O filme “Os Vingadores”, foi grandioso, mesmo com tantas atores e estórias paralelas, o resultado final é muito bom, é uma preparação para pelo menos mais dois outros, pois a sensação é que pode ser melhor ainda explorado, o que, após os  créditos finais, se mostra que ele vai continuar. Para nós que curtimos na infância e juventude os quadrinhos destes heróis, muito nos empolga, esperamos que venham mais e melhores filmes, baseados nestes heróis da Marvel.

 

A marca deste filme, foi o humor, em particular os mais cortantes e sarcásticos de Tony Stark(Homem de Ferro – Robert Downey Jr), bem adaptado ao contexto, mais uma vez ele brilha intensamente, provoca os demais, quase a convidá-los, se divirtam, aqui é uma “doce bobagem”, o que resume bem a diversão fácil, sem preocupar com um conteúdo mais denso ou sub-texto político. Robert Downey Jr parece que sacou bem a brincadeira, assim como a “seriedade” de Chris Evans está bem de acordo com o personagem.

 

Mas as grandes atuações do filme fica por conta do espetacular Samuel L Jackson e Scarlet Johansson, ele simplesmente incorpora um Nick Fury surpreendente, nos quadrinhos não era negro, mas ele dá um corpo a um personagem, numa grande atuação, o roteiro lhe favorece, mas ele vai além, ele domina a cena, no meio de grandes atores, como sempre, ele se sobressaí, não importando se o filme é sério, ou uma diversão, Samuel dá um brilho especial, suas aparições e poder de cena é realmente espetacular, vale o ingresso.

 

Scarlet Johansson, agora ruiva, mais sensual do que nunca, faz o melhor personagem do filme, o papel parecia menor, mas ela atua muito bem. A sua Viúva Negra é misto de sensualidade e inteligência, que a atriz incorpora com grande vigor, empresta toda sua arte, inteligência e sua extrema beleza. A estória, ainda não explorada, da personagem, é ressaltada nos ótimos diálogos dela com Loki, outro grande personagem. O momento que ela revela o porque de sua alcunha é excelente.  Uma trama paralela se desenvolve ali, que talvez seja objeto de mais um filme.

 

O conjunto do filme dá uma boa diversão, Mark Ruffalo, faz um ótimo Hulk, mais próximo do cientista atormentado, extremamente inteligente, mas parece que chegou a “festa” de última hora, não estando à vontade no papel, no geral vai bem. Por fim, mais uma vez Thor não brilha, insisto, porque, para mim, nas estórias em quadrinhos é sempre o personagem mais formidável, a mitologia envolta dele, mas ainda não pegou no breu. Talvez o ator não esteja à altura, o critério da beleza tenha decidido, não o talento. Ficou mais uma vez devendo.

 

Imagem de Amostra do You Tube

 

0 thoughts on “Os Vingadores”

  1. Arnóbio, penso um pouco diferente.

    O filme do Thor foi o único destes heróis que foi fiel à estória original do Stan Lee. Acho que a estória é que não foi bem contada nos quadrinhos, ou melhor, ficou muito defasada.

    O primeiro filme do Hulk realmente não foi feito pensando em “Avengers”, principalmente porque foi baseado na série de TV. O segundo foi pensado e estava no projeto sim. O ator mudou porque teve problemas com o diretor.

    Abraços!

    1. No Thor dos quadrinhos temos um médico perneta e franzino que só depois descobre que na verdade é um Deus. No filme tem um Deus que é jogado na terra sem poderes, mas com o mesmo físico e arrogância. Nada a ver. O filme mais fiel foi mesmo Capitão América. Acho que o problema com o filme do Thor é que ele é um DEUS. O cara não tem muito problema ou desafio. Tiveram de aumentar a preocupação dele com Loki pra poder ter alguma ação no filme, pq senão ele encarava aquela invasão toda sozinho.

  2. Eu vi ontem e amei. Tmbm penso um pouco diferente em relação ao Thor, vi sem muitas expectativas e me surpreendeu muito positivamente. O Chris Hemsworth é realmente um Deus :)
    Quanto o Hulk de Mark Ruffalo sou suspeita; amo o ator e tudo o que ele faz.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: