Valeu, Chico Anysio!

 

 

 

Obrigado Chico Anysio, pelos personagens maravilhosos, seus tipos marcantes, textos bem escritos, humor inteligente, cheio de contradições próprias do homem e da vida. Os vários estados e tipos sendo longamente criados e recriados por uma mente brilhante. Representou uma época que fazer humor era apenas diversão, a grossura que grassa hoje, não teria espaço naquela época.

 

Chico trouxe para TV a fama de humorista do Ceará, sem esquecer de Renato Aragão, eles abriram caminhos para que muitos viesse para Rio, São Paulo. Mas este movimento, especialmente radicou em Fortaleza uma cena rica de humor, que vive de humor em shows que não param um único dia do ano, um feito, longe dos grandes centros, que se tornou parte dos pacotes turísticos e do gosto local. Sem dúvida a decisiva contribuição do mestre, que acolheu, abriu espaço e divulgou os humoristas locais.

 

Durante o final dos anos 70 e início dos 80 Chico Anysio e Jô Soares protagonizavam o humor na tv, uma disputa entre os mestres, com seus tipos, claro que meu coração cearense pendia para o lado de Chico. Alguns destes personagens e seus bordões repetidos em todos os lugares: Painho ( afe) Salomé de Passo Fundo (alô joão) Haroldo ( eu sou hétero), Pantaleã0 ( não é verdade, terta?) , Bozó ( eu sou da Globo), Professor Raimundo ( e o salário ô), justo Veríssimo ( odeio pobre).  Vários outros personagens memoráveis como Alberto Roberto, Coalhada, Nazareno, Silva

 

Chico atuou no cinema, teatro, rádio, música, jornal. Um artista que trazia e protegia com unhas e dentes os velhos humoristas que levava para tv, não os deixando abandonados, muitos brincavam que a Escolinha do professor Raimundo era um “pequeno asilo”. Politicamente conservador, mas sem jamais deixar de fazer críticas sociais, mas não se engajava em eventos políticos importantes, como Diretas Já, Eleições. Muitos lembram que sua maior proximidade com a política foi ter sido casado com Zélia Cardoso, ex-ministra do Collor.

 

Imagem de Amostra do You Tube

0 thoughts on “Valeu, Chico Anysio!”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: