“Hoje só acredito no pulsar das minhas veias E aquela luz que havia, em cada ponto de partida Há muito me deixou” (Noturno – Graco/Caio Sílvio) As horas, os dias, as semanas e os meses vão passando, parecem lentos demais para mim, é como se naquele dia 18 de novembro […]

“Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico com saudosa lembrança estas memórias” (Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis) Com a Pandemia do Coronavírus, COVID-19, surge uma “esperança” de que essa possibilidade se concretize, afinal estou cansado de “promessas” de hecatombes, sem se […]

“O amor da gente É como um grão Uma semente de ilusão Tem que morrer pra germinar Plantar nalgum lugar Ressuscitar no chão” (Drão – Gilberto Gil) A fé é nenhuma, na profunda ausência de qualquer vestígio, sem, no entanto, desdenhar daqueles que tanta fé têm, professam e guardam, seus […]

2

“Agora eu já sei, da onda que se ergueu no mar E das estrelas que esquecemos de contar O amor se deixa surpreender Enquanto a noite vem nos envolver” (Wave – Tom Jobim) Dias de batalhas dentro do Direito (trabalho), nos poucos momentos de “liberdade”, ouço velhos clássicos de música […]

“Todo mundo ama um dia Todo mundo chora Um dia a gente chega E no outro vai embora” (tocando em frente – Almir Sater/Renato Teixeira) Eis que abro o instagram e vejo um conjunto de fotos sobre o dia da (o) irmã (o) postadas por minha filha, Luana, com uma […]

“Nobody writes about anything but themselves” (Animais Noturnos) O filme, Animais Noturnos, é uma porrada, um soco no estômago, todo estranhamento o torna imenso, a reflexão é doída, sem se saber como iniciar a falar sobre o que se viu. A primeira cena é uma performance de uma exposição de […]

“A vida humana não dura mais do que a contagem de um.” (Hamlet – W. Shakespeare) Você não está errado ao pensar que está lendo o mesmo texto, é quase uma repetição, na verdade, bem na verdade, é um mantra. Repete-se o fundamental, para que o decore, o que se […]

“O aço dos meus olhos E o fel das minhas palavras Acalmaram meu silêncio Mas deixaram suas marcas Se hoje sou deserto É que eu não sabia Que as flores com o tempo Perdem a força E a ventania vem mais forte” (Noturno – Fagner) O terrível desejo de escrever, […]

2

Chegando aos 50, o que devo dizer sobre mim que ainda não tenha dito/escrito, Ou pelo menos indicado nesse espaço? Muitas vezes falar de si, não é desprezar os outros, ao contrário, é dialogar com o silêncio que nos habita. Os escritos aqui vão desde a minha formação humana, cultural, […]

“E eu, que tenho mais vida, tenho menos liberdade? É esta a minha paixão: num feroz vulcão transfeito, quisera arrancar do peito pedaços do coração”. (A Vida é Sonho – Pedro Calderón de la Barca) As mesmas reflexões de antes, atormentam o dia de hoje, talvez o amanhã, porque nossa […]

“Pelo meu desmerecimento, que não ousa oferecer O que quiser dar, e muito menos aceitar O que morreria por não ter. Isto nada vale. Mas quanto mais se tenta ocultar, maior se revela.” (A Tempestade – W. Shakespeare) Talvez tenha chegado o momento em que não tenho mais nem uma […]