“Tudo o que brilha, assim, em ruína acaba” (William Shakespeare) Por característica, costumo fixa o olhar, então, fito os olhos dos amigos e amigas, vejo que os seus olhos estão cansados, ar de sofrimento, muitos com olhares perdidos, sem brilho, um reflexo do que vivemos nesse momento tão complexo, triste […]