Obstinação

1
A Necessidade de lutar com tenacidade por algo.

“Tenho algumas feridas pelo corpo, que me doem, quando são relembradas” (Coriolano – W. Shakespeare)

Sou teimoso, muito mesmo, não desisto fácil de alguma em que acredito. Admito que isso é um terrível defeito, a maioria detesta pessoas como esse tipo de perfil, paciência, no “meio do caminho da vida”, difícil mudar. Vou contar uma pequena história sobre essa obstinação, teimosia.

Por volta de junho e julho de 1998, durante a copa do mundo da França, estávamos trabalhando na digitalização do sistema de telefonia celular no Brasil, muitos de nós tinha voltado do Japão, no projeto de transferência de tecnologia, nossa tarefa era adaptar o novo sistema no Brasil. Por conta disso, naquele mês, passei 23 dias dentro de uma central telefônica para fazer funcionar, fazer uma chamada “digital”.

Todos os dias ouvia dos gerentes, colegas de trabalho: “vamos chamar os caras do Japão, aí funcionará”. Ficava até 20 horas trabalhando naquele louco desafio e teimando em achar o erro de um software que dava crash quase no fim do processo, os manuais que tínhamos eram em Nihon-go (japonês), fizemos uma “tradução” de kanjis por aproximação. Era um horror.

Depois de muitas tentativas, eles mandar vir técnicos do Japão, no dia que chegaram, tinha acabado de descobrir um BIT errado, no meio de milhões de caracteres. A central funcionou, fez chamada, a primeira delas foi para dar boas-vindas aos caras que tinham chegado ao Brasil, no dia do jogo Brasil x Holanda, vi os pênaltis sozinho num prédio velho da antiga “Telesp Celular” (Vivo).

Perseverar, sempre. Mesmo quando achamos que NADA dará certo. É uma forma de encarar a vida e as lutas que abraçamos.

Por que escrevei tudo isso?  Vaidade? Arrogância? Nada disso.

Porque detesto essa visão de que não se pode fazer nada sobre a situação do Lula, por exemplo, ou em relação o caos em que o Brasil se meteu. Sempre pode se encontrar uma saída, por pior que esteja, é preciso lutar, tentar fazer diferente, usar nossa capacidade de gestar saídas e buscar alguma solução, mesmo que pareça que nada pode ser feito.

É isso.

Pink Floyd – Wearing The Inside Out (1994) legendado

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

One thought on “Obstinação

Deixe uma resposta

Next Post

O Fim e o Reload.

ter Maio 29 , 2018
Share this on WhatsApp “Deus me acuda! A arte é longa, a vida breve.” (Fausto- Goethe) Reli uma velha crônica que escrevi, Finitudes , com o patético pedido de que algumas canções ou livros, nunca terminasse. O luto, a sensação de perda, ao terminar uma obra, muitas é devassador, produzindo em […]
%d blogueiros gostam disto: