Hoje é quase impossível um debate com a mínima racionalidade necessária sobre a situação econômica e política do Brasil, ou melhor, da América do Sul, pois se repete o fenômeno na Argentina, Venezuela e Equador, por mera coincidência o “eixo do mal” na visão moderna da doutrina dos EUA. Mas […]