São Jorge da Capadócia, Ogum, Guerreiro

A homenagem ao Santo guerreiro na camisa do Timão

“Eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge
Para que meus inimigos tenham mãos e não me toquem
Para que meus inimigos tenham pés e não me alcancem
Para que meus inimigos tenham olhos e não me vejam
E nem mesmo um pensamento eles possam ter para me fazerem mal”

Em 2011 o Corinthians lançou sua terceira camisa totalmente diferente de qualquer outra, em todos os tempos, uma linda camisa Grená com uma estampa no peito da imagem de São Jorge, o Santo guerreiro, o padroeiro do clube e da nação corintiana, é também Ogum, um Orixá poderoso. Uma ousadia que uniu a paixão pelo clube a uma imagem de fé,  esperança e luta, que acompanha o time em todos estes anos. Esta é uma das camisas mais procuradas dois anos depois.

São Jorge da Capadócia, era um padre e ao mesmo tempo  soldado do imperador Diocleciano, dai as armaduras a imagem de guerreiro. No Brasil ficou ainda mais popular pelo sincretismo religioso, pois Ogum, Deus da Guerra dos Orixás, trazido ao país pelos nigerianos, Iorubas, que cultuavam o “Senhor das Guerras”. Os escravos Iorubas, para fugir das perseguições adotaram a imagem “cristã” nos seus cultos, tornando possível a realização deles. Pela longa tradição ainda hoje a imagem se mistura nas variadas religiões.

Dizem que a Igreja católica estava para retirar São Jorge do seu panteão nos anos 70, pois São Jorge é padroeiro da Inglaterra, cultuado pelos anglicanos e ortodoxos, além das religiões afros, esta conjunção de fatores incomodava o Vaticano. Porém, Dom Paulo Evaristo Arns, corintiano devoto, foi ao papa Paulo VI e expôs que ele ia arrumar uma confusão com uma nação poderosa, o Corinthians. Assim, demoveu o papa da infeliz ideia, pode não ser verdade, mas é uma bela história.

Hoje, 23 de abril, no dia dele, vamos ouvir de Jorge, o Ben Jor, a bela homenagem ao São Jorge, ao Ogum e a alegria.

Racionais Mc’s – 1 Jorge Da Capadocia

Imagem de Amostra do You Tube

Jorge da Capadócia – Paula Lima

Imagem de Amostra do You Tube

 

Jorge Ben – Jorge da Capadócia

Imagem de Amostra do You Tube

4 thoughts on “São Jorge da Capadócia, Ogum, Guerreiro”

  1. A versão dos Racionais, abertura do disco “Sobrevivendo no Inferno”, é uma das músicas mais fortes dos últimos tempos. Não sei se pelo peso do disco, se pelo casamento inusitado entre um sample de Isaac Hayes e a letra de Jorge Ben, ou se simplesmente pela interpretação. Mas me arrepio e me emociono toda vez que ouço. E olha que nem sou religioso…

  2. para além das convicções ateístas, a figura de São Jorge no imaginário popular e na cultura pop sempre traz uma força, um simbolismo especial, o sincretismo faz parte dessa mediação que nos aproxima de “deus” e o torna possível em verso e prosa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: