“Que é mais nobre para a alma: suportar os dardos e arremessos do fado sempre adverso, ou armar-se contra um mar de desventuras e dar-lhes fim tentando resistir-lhes?” (Hamlet – Shakespeare) A Quarentena, o isolamento social, sem contatos próximos, foi imposto pelas circunstâncias especiais de absoluta necessidade de sobrevivência da […]

“Desçamos ao mundo onde nada se vê” (Divina Comédia – Dante) Ao fundo ouço, mais uma vez, a poderosa “A Whiter Shade a Pale”, agora na espetacular versão de The Main Squeeze, as palavras descem no teclado no piloto automático, velhas e novas ideias, um sonho recente, ou uma formulação […]

“Em troca do mundo, que já destruíste, extrai de ti outro, melhor, menos triste! Profere o teu Fiat, e logo é criado!” ( Fausto – Goethe) Leio no mural de um amigo que um jovem, cheio de saúde, bonito, alegre, veio a falecer (não tenho curiosidade de saber como e […]

“puluis et umbra sumus” (somos pó e sombra – Horácio) É que o FIM sempre nos assusta, no caso a morte é o último ato da vida e continua inescapável, que nem a Escatologia resolve ou dar paz aos que ainda estão em vida, pois a certeza da morte assusta […]