A fome fascista não tem limites. Esse reflorescimento do Fascismo ganhou impulso depois da crise mundial de 2008, quando o Estado mais uma vez salvou os bancos e empresas, criou mais bilionários e excluí de forma cruel os milhões de trabalhadores. Esse era o campo fértil para as ideias arrivistas, […]