Paulinho: A Poesia do Ballet-Bola.


Ballet: A Magia de Eugênio Sávio, que capta o instante genial.

 
Que foto, que imagem.
Que gol: O Arco (Coutinho) e Flecha (Paulinho). A magia do futebol está nesses momentos, nas frações de segundo, da antevisão do que acontecerá, em breve. A consciência/inteligência de Coutinho combinada com a explosão/intuição de Paulinho.
 
Uma abertura de bailarino clássico, quase um ângulo de reto de 180º graus, de pé a pé, a ponta dos dedos de um pé no solo, a outra, do outro pé, os dedos acertam e desviam a bola, naquele instante em que o universo fez big bang, explode a foto do poeta Eugênio Sávio, e a terra treme e grita:
 
GOLLL.
[youtube]https://youtu.be/1wpFa7wS6lM[/youtube]
 Save as PDF

One thought on “Paulinho: A Poesia do Ballet-Bola.”

Deixe uma resposta

Related Post

%d blogueiros gostam disto: