“Como quem lucro anela noite e dia, Se acaso o tempo de perder lhe chega, Rebenta em pranto e triste se excrucia” ( Inferno – Divina Comédia – Dante Alighieri) E a nossa vida, muitas vezes, se resume a uma eterna reciclagem de sentimentos. Vamos vivendo (ou revivendo) e […]